Repositório Digital

A- A A+

O ensino da matemática para alunos surdos bilíngues : uma análise a partir das teorizações de Michel Foucault e Ludwig Wittgenstein

.

O ensino da matemática para alunos surdos bilíngues : uma análise a partir das teorizações de Michel Foucault e Ludwig Wittgenstein

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O ensino da matemática para alunos surdos bilíngues : uma análise a partir das teorizações de Michel Foucault e Ludwig Wittgenstein
Autor Carneiro, Fernando Henrique Fogaça
Orientador Wanderer, Fernanda
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Comunicação
Deficiente da audição
Ensino
Matemática
[en] Bilingual school
[en] Deaf Studies
[en] Early Years of Elementary Education
[en] Ludwig Wittgenstein
[en] Mathematical Education
[en] Michel Foucault
Resumo Esta dissertação é fruto de uma pesquisa realizada com o objetivo de examinar enunciados produzidos por professoras dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental sobre uma escola bilíngue para alunos surdos e o ensino de matemática. Os aportes teóricos que sustentam a investigação são as teorizações de Michel Foucault e Ludwig Wittgenstein, principalmente aqueles presentes em na obra Investigações Filosóficas. Além disso, foram utilizados conceitos do campo dos Estudos Surdos, conforme descrito por Carlos Skliar, Maura Corcini Lopes e Adriana Thoma. O material de pesquisa examinado consiste em: narrativas de quatro professoras dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da escola investigada, geradas em entrevistas, documentos oficiais e Registros de Chamada da instituição. A estratégia analítica utilizada para examinar esse material orientou-se pela análise do discurso, na perspectiva de Michel Foucault. O exercício analítico realizado a partir do uso das ferramentas teóricas selecionadas mostrou que a escola de ouvintes e a escola de surdos têm fortes semelhanças de família, responsáveis pela disciplinarização dos corpos e dos saberes e condução das condutas dos alunos. Também foi possível identificar que tanto a escola de surdos como a de ouvintes se ocupam da produção de sujeitos disciplinados, normalizados a partir de um modelo a ser seguido, contudo, no caso dessa primeira, com um referencial de normalidade pautado em saberes provenientes da comunidade surda. Na disciplina de Matemática, especificamente, foi identificado que as semelhanças de família entre o ensino de surdos e ouvintes é ainda mais forte, visto que este campo de conhecimento, segundo os dados empíricos, pode ser trabalhado visualmente. Percebeu-se que a imperatividade do uso dos materiais concretos nas aulas de Matemática também está presente, porém com uma outra justificativa: a de que o aluno surdo é um sujeito visual. Assim, pode-se pensar que os jogos de linguagem que constituem a Matemática Escolar seguem predominantes, mesmo nas escolas de surdos, com sua gramática pautada por formalismo, ordem e assepsia.
Abstract This dissertation is the result of a research carried out with the objective of examining statements made by elementary school teachers about a bilingual school for deaf students and the teaching of mathematics. The theoretical contributions that support the investigation are the theories of Michel Foucault and Ludwig Wittgenstein, mainly those present in the work Philosophical Investigations. In addition, concepts from the field of Deaf Studies were used, as described by Carlos Skliar, Maura Corcini Lopes and Adriana Thoma. The research material examined consists of: narratives of four Elementary School teachers of the school investigated, generated in interviews, official documents and some observation records from the institution. The analytical strategy used to examine this material was guided by discourse analysis, from Michel Foucault's perspective. The analytical exercise based on the use of the selected theoretical tools showed that the school of hearers and the school of the deaf have strong family resemblances, responsible for disciplining the bodies and the knowledge and conducting the students' behaviors. It was also possible to identify that both the school of deaf and the hearers are concerned with the production of disciplined subjects, normalized from a model to be followed, however, in the case of this first, with a referential of normality based on knowledge from the deaf community. In the discipline of Mathematics, specifically, it was identified that the family similarities between the teaching of deaf and hearers are even stronger, since this field of knowledge, according to the empirical data, can be worked visually. It was noticed that the imperative use of concrete materials in Mathematics classes is also present, but with another justification: that the deaf student is a visual subject. Thus, one may think that the language games that make up School Mathematics remain predominant, even in schools of the deaf, with its grammar marked by formalism, order and asepsis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/165695
Arquivos Descrição Formato
001045753.pdf (1.477Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.