Repositório Digital

A- A A+

The use of fire radiative power to estimate the biomass consumption coefficient for temperate grasslands in the Atlantic Forest Biome

.

The use of fire radiative power to estimate the biomass consumption coefficient for temperate grasslands in the Atlantic Forest Biome

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título The use of fire radiative power to estimate the biomass consumption coefficient for temperate grasslands in the Atlantic Forest Biome
Autor Costa, Bibiana Salvador Cabral da
Fonseca, Eliana Lima da
Abstract Every year, many active fire spots are identified in the satellite images of the southern Brazilian grasslands in the Atlantic Forest biome and Pampa biome. Fire Radiative Power (FRP) is a technique that uses remotely sensed data to quantify burned biomass. FRP measures the radiant energy released per time unit by burning vegetation. This study aims to use satellite and field data to estimate the biomass consumption rate and the biomass consumption coefficient for the southern Brazilian grasslands. Three fire points were identified in satellite FRP products. These data were combined with field data, collected through literature review, to calculate the biomass consumption coefficient. The type of vegetation is an important variable in the estimation of the biomass consumption coefficient. The biomass consumption rate was estimated to be 2.237 kg s-1 for the southern Brazilian grasslands in Atlantic Forest biome, and the biomass consumption coefficient was estimated to be 0.242 kg MJ-1.
Resumo Todos os anos muitos focos de incêndio são identificados pelas imagens de satélite sobre a vegetação campestre natural dos biomas Pampa e Mata Atlântica. A Energia Radiativa do Fogo (FRP) é uma técnica para quantificar a biomassa queimada usando dados de sensoriamento remoto. A FRP mede a energia radiante emitida por unidade de tempo pela vegetação queimada. O objetivo deste estudo foi estimar o coeficiente de consumo de biomassa para a vegetação campestre natural do sul do Brasil. Três focos de incêndio foram identificados em produtos de satélite que quantificam a FRP. Esses dados foram utilizados em conjunto com os dados de campo, obtidos por revisão de literatura, para calcular o coeficiente de consumo de biomassa. O tipo de vegetação é uma variável importante para estimar esse coeficiente, assim, para a vegetação campestre natural do bioma Mata Atlântica no sul do Brasil a taxa de consumo de biomassa foi estimada em 2,237 kg s-1 e o coeficiente de consumo de biomassa foi estimado em 0,242 kg MJ-1.
Contido em Revista brasileira de meteorologia. Brasília, D.F.: Sociedade Brasileira de Meteorologia. Vol. 32, n. 2 (2017), p. 255-260
Assunto Ventos
[en] Burnings
[en] Campos de Cima da Serra
[en] Pampa
[en] Rangelands
[en] Remote sensing
[en] Wildfire
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/166156
Arquivos Descrição Formato
001026152.pdf (2.563Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.