Repositório Digital

A- A A+

Crise e política externa : uma análise das inflexões na política de FHC para a América do Sul (1995-2002)

.

Crise e política externa : uma análise das inflexões na política de FHC para a América do Sul (1995-2002)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crise e política externa : uma análise das inflexões na política de FHC para a América do Sul (1995-2002)
Autor Tancredi, Letícia Di Maio
Orientador Silva, André Luiz Reis da
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Governo Fernando Henrique Cardoso : 1995-2002
Política externa : Brasil
[en] Brazilian foreign policy
[en] Crisis
[en] Regional integration
[en] South America
Resumo Partido do pressuposto de que houve mudanças na política externa brasileira para a América do Sul durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e de que as crises afetam os processos de integração regional (de maneira positiva ou negativa), este trabalho pretende analisar quais os fatores que influenciaram nas mudanças ocorridas no posicionamento brasileiro em relação à região e de que forma a crise enfrentada pelo Brasil ao longo do segundo mandato do presidente afetou tal política, bem como o processo de regionalismo sul-americano. Para isso, utiliza-se do modelo de mudança de política externa de Gustavsson (1999), analisando as fontes domésticas e internacionais de política externa no período e a forma com que os tomadores de decisão interpretaram essas fontes, visando ainda classificar as mudanças ocorridas segundo a tipologia de Hermann (1990). Utiliza-se ainda do conceito de janelas de oportunidade política proposto por Kingdon (2013) e as contribuições de Keeler (1993) e Saurugger e Terpan (2016) para analisar o impacto da variável crise na política externa brasileira e na evolução do processo de integração da região.
Abstract Based on the assumption that there were changes in Brazilian foreign policy to South America during the Fernando Henrique Cardoso administration (1995-2002) and that crises affect the processes of regional integration (in a positive or negative way), this work intends to analyze the factors that influenced the changes that occurred in the Brazilian positioning in relation to the region and in what form the crisis faced by Brazil during the second term of the president affected this policy, as well as the process of South American regionalism. With this purpose, Gustavsson's (1999) foreign policy model is used, analyzing the domestic and international sources of foreign policy in the period and the way in which the decision makers interpreted these sources. It also aims to classify the changes occurred according to the typology of Hermann (1990). It is also used the concept of windows of political opportunity proposed by Kingdon (2013), as well as the contributions of Keeler (1993) and Saurugger and Terpan (2016), to analyze the impact of the variable crisis on Brazilian foreign policy and on the evolution of the regional integration process.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/166158
Arquivos Descrição Formato
001026477.pdf (942.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.