Repositório Digital

A- A A+

Mudanças na educação superior em cursos da saúde : análise da evasão no curso noturno de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

.

Mudanças na educação superior em cursos da saúde : análise da evasão no curso noturno de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mudanças na educação superior em cursos da saúde : análise da evasão no curso noturno de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Outro título Changes in higher education healthcare courses : analysis of dropouts from the evening degree course in dentistry of Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul
Outro título Cambios en la educación superior en cursos de salud : análisis del abandono del curso nocturno de odontología de la Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul
Autor Souza, Juliana Maciel de
Toassi, Ramona Fernanda Ceriotti
Resumo A partir da proposta do Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), a Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que possui um curso diurno de Odontologia desde 1898, e iniciou, em 2010, o curso noturno. Entendendo que, além de garantir o acesso ao ensino superior são necessárias condições de permanência do estudante no curso até sua conclusão, no presente artigo analisa-se a evasão no curso noturno de Odontologia, no período entre 2010 e fevereiro de 2014. O trabalho faz parte de dissertação vinculada ao Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde – Mestrado Profissional da UFRGS. A coleta de dados aconteceu por meio de análise documental (históricos escolares e relatórios do sistema de graduação) e entrevistas semiestruturadas com estudantes e professores do curso (n=14). Os dados quantitativos foram digitados no software IBM SPSS Statistics para Windows e analisados por meio da distribuição de frequências. Já, os dados qualitativos foram interpretados pela análise de conteúdo de Bardin, com o apoio do software ATLAS.ti. O percentual de evasão do curso observado no período investigado foi de 19,9% Dos estudantes evadidos, 79,2% saíram do curso noturno para cursar Odontologia no período diurno na mesma instituição. Os principais aspectos relacionados à evasão foram a duração de oito anos do curso (considerado muito longo), a melhor adaptação ao horário diurno de estudo e a oportunidade de realizar a transferência interna para o curso de período diurno. Estudantes relataram que ter um bom emprego durante o dia, poder cursar disciplinas no semestre seguinte, em caso de reprovação, e um menor tempo de duração do curso são fatores que podem influenciar a permanência no curso. Os resultados encontrados podem subsidiar a proposição de estratégias para a permanência do estudante no curso até sua conclusão.
Abstract After the establishment of the Program for Support to Plans for the Restructuring and Expansion of Federal Universities (Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, REUNI), the School of Dentistry of Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), which has offered a daytime degree course in Dentistry since 1898, implemented the evening course in 2010. With the understanding that it is necessary not only to ensure access to higher education but also to provide the conditions for students to remain in the course until its completion, the present paper aimed to analyze dropouts from the evening degree course in Dentistry from 2010 to February 2014. This study is part of the dissertation linked to the Graduate Program in Health Education – Professional Master’s degree program at UFRGS. Data collection took place using document analysis (school records and undergraduate system reports) and semi-structured interviews with students and professors (n=14) Quantitative data were typed on the IBM SPSS Statistics for Windows software and analyzed using frequency distribution. Conversely, qualitative data were interpreted according to the technique of content analysis proposed by Bardin using the ATLAS.ti software. Dropout rates from the course were 19.9% during the study period. Of the dropout students, 79.2% quit the evening course to take the daytime degree course in Dentistry at the same institution. The main aspects related to dropout were the eight-year duration of the course (considered too long), better adaptation to daytime hours of study, and opportunity to request internal transfer to the daytime course. Students reported that having a good job during the day, being able to repeat subjects in the next semester in case of failure, and a shorter course duration are factors that may influence them to remain in the evening course. Our results may support the proposal of strategies to retain students in the degree course in Dentistry until its completion.
Resumen A partir del establecimiento del Programa de Apoyo al Plan de Reestructuración y Expansión de las Universidades Federales (REUNI), la Facultad de Odontología de la Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que posee un curso diurno de Odontología desde 1898, inició, en 2010, el curso nocturno. Entendiendo que, además de garantizar el acceso a la enseñanza superior, es necesario crear condiciones para que el estudiante permanezca en el curso hasta su conclusión, el presente artículo buscó analizar el abandono del curso nocturno de Odontología en el período entre 2010 y febrero de 2014. El trabajo forma parte de una tesis de maestría vinculada al Programa de Postgrado en Enseñanza en Salud – Maestría Profesional de la UFRGS. La recolección de datos se realizó por medio de análisis documental (historiales escolares e informes del sistema de grado) y entrevistas semi-estructuradas con estudiantes y profesores del curso (n=14). Se teclearon los datos cuantitativos en el software IBM SPSS Statistics para Windows y se los analizaron por medio de la distribución de frecuencias Ya los datos cualitativos fueron interpretados por el análisis de contenido de Bardin con el apoyo del software ATLAS.ti. El porcentaje de abandono del curso observado en el período fue del 19,9%. De los estudiantes que abandonaron el curso, el 79,2% salieron del curso nocturno para cursar Odontología en el período diurno en la misma institución. Los principales aspectos relacionados al abandono fueron la duración de ocho años del curso (considerada muy larga), la mejor adaptación al horario diurno de estudio y la oportunidad de realizar la transferencia interna para el curso de período diurno. Estudiantes relataron que tener un buen empleo durante el día, poder cursar asignaturas en el semestre siguiente en caso de suspenso y un menor tiempo de duración del curso son factores que pueden influir en la permanencia en el curso. Los resultados encontrados pueden subsidiar la proposición de estrategias para la permanencia del estudiante en el curso hasta su conclusión.
Contido em Revista saberes plurais : educação na saúde. Porto Alegre. Vol. 1, n. 1 (2016), p. 68-80
Assunto Curriculos : Odontologia
Educação em odontologia
Educação em saúde
[en] Dental education
[en] Higher education
[en] Student dropout
[es] Abandono escolar
[es] Educación en odontología
[es] Educación superior
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/166275
Arquivos Descrição Formato
001006184.pdf (244.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.