Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de carreira de jovens trabalhadores : dimensões psicossociais

.

Desenvolvimento de carreira de jovens trabalhadores : dimensões psicossociais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de carreira de jovens trabalhadores : dimensões psicossociais
Outro título Carrer development of young workers: psychosocial dimensions
Autor Paradiso, Ângela Carina
Orientador Castellá Sarriera, Jorge
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Adolescente
Autoconceito
Desenvolvimento profissional
Escolha profissional
Jovens
Orientação vocacional
[en] Adolescents
[en] Career development
[en] Career guidance
[en] Work
[en] Young adults
Resumo Esta dissertação buscou compreender o papel do trabalho nas transformações do autoconceito vocacional de jovens trabalhadores e na realização de tarefas do desenvolvimento de carreira do estágio de exploração segundo a teoria de Donald Super. A análise de conteúdo de entrevistas com 2 moças e 4 rapazes entre 17 e 20 anos contemplou suas percepções gerais sobre o trabalho, experiências ocupacionais e autoconceito. As tarefas de desenvolvimento de carreira foram categorizadas por dois juízes e o índice de concordância estatística de Kappa foi de 87% (p<0,001). O trabalho favoreceu a transformação de elementos do autoconceito, o aprendizado de atitudes e habilidades sociais, mas pouco contribuiu nas escolhas profissionais. Significados e expectativas sobre o trabalho e aspectos do contexto foram fundamentais na compreensão do objeto de estudo. Ao final são apresentadas considerações sobre as implicações dos resultados na intervenção e em políticas de trabalho destinadas à juventude.
Abstract This dissertation's aim was to investigate the role of work in the transformation of the vocational self-concept of young workers and in the achievement of career developmental tasks related to the stage of exploration. This, according to Donald Super's theory. The analysis of interviews with 2 young women and 4 young men between 17 and 20 years old involved their general perceptions about work occupational experiences and self-concept. The career developmental tasks were categorized by two judges and the index of statistical agreeableness Kappa was to 87% (p<0,001). The work allowed for both a change of self-concept and learning behaviors and social skills - although it didn't contribute much to the career choices of the participants. The meanings and expectations about work and aspects related to the context were fundamental to the comprehension of the object of this study. In the end, considerations about the implications of the results on interventions and work policies for youth are presented.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16664
Arquivos Descrição Formato
000704761.pdf (738.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.