Repositório Digital

A- A A+

Incentivo ao consumo e crescimento econômico : Brasil 2003 - 2010

.

Incentivo ao consumo e crescimento econômico : Brasil 2003 - 2010

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Incentivo ao consumo e crescimento econômico : Brasil 2003 - 2010
Autor Buchholz, Filipe
Orientador Conceição, Octavio Augusto Camargo
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Consumption
[en] Economic growth
[en] Economic policy
Resumo O presente trabalho se propõe a analisar a expansão da economia brasileira durante o período de 2003 a 2010, com o intuito de verificar se o consumo pode liderar o crescimento econômico para além de um curto espaço de tempo. O Princípio da Demanda Efetiva, tanto keynesiana quanto kaleckiana, destacam a importância do consumo ao colocá-lo como norteador dos investimentos capitalistas e sua taxa de expansão seria impulsionada com elevações na renda e no poder de compra dos trabalhadores. Políticas monetária e fiscal voltadas a esse fim foram adotadas no Brasil a partir de 2004, com consequente expansão do mercado interno, aumento da taxa de consumo e crescimento econômico. Entretanto, o ciclo expansionista foi interrompido, revelando que o consumo, como componente da demanda agregada, é incapaz de sustentar uma expansão econômica duradoura e, pela perspectiva novo-desenvolvimentista, caberia aos investimentos no setor exportador evitar desequilíbrios no balanço de pagamentos para que exista um crescimento econômico sustentável e de longo prazo.
Abstract The purpose of this paper is to analyze the expansion of the Brazilian economy during the period between 2003 and 2010, in order to confirm if consumption is able to lead to economic growth beyond a short amount of time. The Principle of Effective Demand, in both Keynesian and Kaleckian bias, stresses the importance of consumption, considering it as the guidance to capitalist investments and assuming that its expansion rate would improve income and the population's purchasing power. From 2004, monetary and fiscal policies with this aim were adopted in Brazil, resulting in expansion of domestic market, consumption improvement and economic growth. However, the expansionist cycle was interrupted, showing us that consumption, as a component of the aggregate demand, is unable to sustain a permanent economic expansion. By the New Developmentalist perspective, the export sector's investments would be responsible to avoid a deficit of the balance of payments, ensuring a sustainable long term economic growth.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/167253
Arquivos Descrição Formato
001020161.pdf (1.018Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.