Repositório Digital

A- A A+

Risco de liquidez e os novos indicadores de Basileia III

.

Risco de liquidez e os novos indicadores de Basileia III

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Risco de liquidez e os novos indicadores de Basileia III
Autor Rossa, Matheus Monteiro
Orientador Caldeira, João Frois
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Basel ratios
[en] Liquidity coverage ratio
[en] Liquidity risk
[en] Net stable funding ratio
Resumo As instituições bancárias são as principais responsáveis pela criação e pela alocação de recursos na economia. Porém, ao exercerem tal função, incorrem de diversos riscos, entre esses o risco de liquidez. O gerenciamento e o controle do risco de liquidez são fundamentais para a saúde financeira dos bancos. A crise financeira de 2007-2008, entretanto, demonstrou que diversas instituições não utilizavam ferramentas adequadas para a mensuração do risco de liquidez. A partir disso, o Comitê de Basileia sobre Supervisão Bancária propôs a introdução de dois novos indicadores padronizados: o Liquidity Coverage Ratio (LCR) e o Net Stable Funding Ratio (NSFR). No Brasil, o LCR já está vigente desde outubro de 2015, mas apenas para oito bancos. O NSFR, por sua vez, está previsto para ser aplicado no país apenas em 2018. Este trabalho propõe-se a calcular uma aproximação dos indicadores de LCR e NSFR para os bancos brasileiros e, em certa medida, averiguar se as instituições domésticas já cumprem com antecipação os indicadores de Basileia. Complementarmente, busca-se determinar se os indicadores propostos geram os resultados previstos comparando-os a outros indicadores utilizados no mercado financeiro. Este trabalho mostrou que grande parte das instituições brasileiras não cumpre com o mínimo estabelecido de 100% para o LCR e o NSFR. Tais indicadores, porém, apresentam resultados melhores em 2016 que em anos anteriores. Também foi possível validar a eficácia dos indicadores de Basileia em detectarem riscos mais elevados de liquidez, ao compararmos com outros indicadores de liquidez do mercado financeiro.
Abstract The financial institutions are the mayor responsible for liquidity creation and resources allocation at the economy. However, in exercising such function, they incur various risks, including liquidity risk. The liquidity risk management and controlling are fundamental for the financial health of the banks. The financial crisis of 2007-2008, however, demonstrated that several institutions did not use the adequate tools to measure the liquidity risk. From that, the Basel Committee on Banking Supervision propone the introduction of two new standardized ratios: the Liquidity Coverage Ratio (LCR) and the Net Stable Funding Ratio (NSFR). In Brazil, the LCR is already in force since October of 2015, but just for eight banks. In turn, the NSFR is expected to be implemented in Brazil only in 2018. This paper intends to calculate an approximation of the LCR and NSFR for the Brazilian banks and to some extent determine if domestic institutions already comply with Basel ration in advance. In addition, it is sought to determine if the proposed ratios generate the expected results by comparing them to other indicators used in the financial markets. This study showed that most Brazilian institutions do not comply with the established minimum of 100% for the LCR and the NSFR. However, these ratios present better results in 2016 than in previous years. It was also possible to validate the effectiveness of the Basel indicators in detecting higher liquidity risks, when compared to other financial market ratios.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/167265
Arquivos Descrição Formato
001021616.pdf (1.605Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.