Repositório Digital

A- A A+

Os ciclos cambiais pós-Plano Real (1995-2015) : a taxa de câmbio no Brasil e a tendência à sobrevalorização

.

Os ciclos cambiais pós-Plano Real (1995-2015) : a taxa de câmbio no Brasil e a tendência à sobrevalorização

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os ciclos cambiais pós-Plano Real (1995-2015) : a taxa de câmbio no Brasil e a tendência à sobrevalorização
Autor Lima Júnior, Ivo Lucas de
Orientador Dathein, Ricardo
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Development
[en] Dutch disease
[en] Exchange rate
[en] Overvaluation
Resumo Este trabalho, de cunho eminentemente analítico, tem por objetivo estudar o comportamento da taxa de câmbio real entre 1995 e 2015, verificando sua tendência cíclica à sobrevalorização. Utilizou-se o método indutivo a fim de evidenciar a determinação da taxa de câmbio e responder o porquê de haver uma tendência à sobrevalorização cíclica da taxa de câmbio no Brasil. Observou-se o comportamento da pauta exportadora nacional no período e a possibilidade de "doença holandesa" na economia brasileira, em conjunto às razões para a entrada de capitais. Analisou-se a possibilidade de desindustrialização da economia brasileira a partir dos dados comerciais, verificando a queda de participação dos bens manufaturados na pauta exportadora e de sua participação na geração de valor adicionado. Entre as consequências observadas da sobrevalorização da taxa de câmbio sobre o desenvolvimento econômico brasileiro está o aumento da fragilidade externa da economia nacional. Por fim, observou-se o comportamento da economia nacional e das contas externas no período analisado estudando a proposta de Bresser-Pereira (2009) para uma taxa de câmbio de "equilíbrio industrial" para neutralizar a tendência cíclica à sobrevalorização, combatendo a "doença holandesa".
Abstract The main objective of this work is to analyze the behavior of the real exchange rate between 1995 and 2015, and to verify its cyclical tendency to overvaluation. The inductive method was used in order to evidence the exchange rate determination and to answer the reason why there is a tendency to the cyclical overvaluation of the exchange rate in Brazil. The behavior of the Brazilian export rate in the period was observed, and the possibility of "Dutch disease" in the Brazilian economy, together with the reasons for the inflow of capital. The possibility of deindustrialization of the Brazilian economy was analyzed the possibility based on the commercial data, verifying the decrease in the share of manufactured goods in the export tariff and its share in the generation of value added. Among the observed consequences of the overvaluation of the exchange rate on Brazilian economic development, in the Brazilian external insertion is the increase of the external fragility of the national economy. Finally, the behavior of the national economy and the external accounts in the analyzed period was observed, according Bresser-Pereira's (2009) proposal for an "industrial equilibrium" exchange rate to neutralize the cyclical tendency to overvaluation, thus combating "Dutch disease".
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/167269
Arquivos Descrição Formato
001020480.pdf (816.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.