Repositório Digital

A- A A+

Educação e capital humano : uma análise para a economia brasileira

.

Educação e capital humano : uma análise para a economia brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educação e capital humano : uma análise para a economia brasileira
Autor Abreu, Nathália Gonçalves de
Orientador Monteiro, Sergio Marley Modesto
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Brazilian economy
[en] Economic growth
[en] Education quality
[en] Growth models
[en] Human capital
Resumo Segundo a Teoria do Capital Humano, investimentos em educação aprimoram as habilidades dos indivíduos, implicando um aumento de produtividade no trabalho, o que faz o “fator humano” ser considerado, também, uma forma de capital. Sendo assim, o capital humano foi incluído como variável explicativa nos modelos de crescimento econômico, tal como exposto nos modelos de Mankiw, Romer e Weil (1992) e Romer (1990), por exemplo. Estudos mais recentes atentam para a importância de se investir no ensino regular, afirmando que a taxa de retorno é maior para aqueles indivíduos que desenvolvem suas capacidades durante a infância. Neste sentido, levanta-se um debate na sociedade sobre os aspectos quantitativos e, principalmente, qualitativos da educação. No caso brasileiro, os dados disponíveis mostram que o investimento em educação vem aumentando com o passar dos anos, embora as notas médias dos alunos fiquem abaixo se comparadas a outros países da América Latina, evidenciando problemas de gestão e de qualidade do sistema educacional. Este trabalho explora alguns modelos empíricos que relacionam qualidade da educação e crescimento econômico.
Abstract According to the theory of human capital, investments in education improve the skills of individuals, resulting in increased productivity at work, which makes the "human factor" to be considered, also, a form of capital. Thus, human capital was included as an explanatory variable in the models of economic growth, as exposed in the models of Mankiw, Romer and Weil (1992) and Romer (1990), for example. More recent studies alert to the importance of investing in regular education, saying the rate of return is higher for those individuals who develop their skills during childhood. In this sense, it raises a debate in society about the quantitative aspects and, mainly, qualitative education. In Brazil, the available data show that investment in education has increased over the years, although the average scores of students are below compared to other countries in Latin America, highlighting management issues and quality of the educational system. This paper explores some empirical models that relate quality of education and economic growth.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/167278
Arquivos Descrição Formato
001021622.pdf (1.419Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.