Repositório Digital

A- A A+

Rede Arrozeiras do Sul : relações entre atores sociais e governamentais visando o desenvolvimento local

.

Rede Arrozeiras do Sul : relações entre atores sociais e governamentais visando o desenvolvimento local

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Rede Arrozeiras do Sul : relações entre atores sociais e governamentais visando o desenvolvimento local
Autor Costa, Camila Furlan da
Orientador Goulart, Sueli
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Controle da produção
Estudo de caso : Administracao
Gestão da produção
Redes de cooperação
[en] Local development
[en] Relationships
[en] Social and governamental actors
Resumo Este estudo tem como objetivo identificar e analisar as características das relações entre atores sociais e governamentais na produção de acontecimentos com vistas ao desenvolvimento local. A motivação para a realização deste estudo surgiu a partir da aproximação com o Programa Redes de Cooperação - política pública para o desenvolvimento socioeconômico do Rio Grande do Sul - buscando o entendimento dos acontecimentos produzidos a partir das ações do Programa. Para mapeamento e compreensão das relações entre os atores sociais utilizei a Teoria da Produção Social de Carlos Matus. Considerando que o programa incentiva a formação de uma rede e que esta gera implicações para o lugar, adotei uma noção de território que contempla as dimensões política, econômica, cultural e geográfica do lugar. Busquei também categorias analíticas - formas de articulação, direção dos movimentos das forças e recortes territoriais - em Milton Santos que possibilitaram considerar as implicações das relações entre os atores e o lugar. Adotei o conceito de Sistema Local Territorial como instrumento de análise da política pública. Assim, quanto à estratégia de pesquisa, esta investigação caracteriza-se como um estudo de caso qualitativo (YIN, 2001; STAKE, 2004). Escolhi a Rede Arrozeiras do Sul, rede de indústrias de beneficiamento de arroz fundada na Região Central do Estado, como o caso a ser analisado. Como resultados da pesquisa, observei nas relações em rede a produção de feno-estruturação social, ou seja, mesmo que a Rede tenha sido criada segundo regras determinadas pelo Programa Redes de Cooperação - as geno-estruturas - os atores que a formam e que se relacionam, produzem novos fluxos e acumulações capazes de gerar mudanças nas regras iniciais e, consequentemente, no e para o lugar. Os acontecimentos produzidos e analisados permitiram inferir que não há como vincular diretamente a ideia de rede, como forma organizacional, à capacidade de produzir desenvolvimento local. Mas, as práticas organizativas em articulação com o território, produzindo e sendo produzidas pelas territorialidades podem, efetivamente, gerar acontecimentos nos lugares. Tais acontecimentos serão fruto e semente das relações entre atores sociais que se mobilizam em torno de projetos orientados por interesses diversos, mas que são portadores de capacidade de produção social.
Abstract This study aims to identify and analyze characteristics of the relations between social and governmental actors in the production of events with a view to local development. The motivation for this study came from closer approach to the Program called Redes de Cooperação (Cooperation Networks) - public policy for the socioeconomic development of Rio Grande do Sul (RS) - seeking to understand the events produced from the Program’s actions. For mapping and understanding of the relationships between social actors I used the Theory of Social Production of Carlos Matus. Regarding that the Program encourages the formation of a network and that it generates implications for the place, I adopted a notion of territory that includes the political, economic, cultural and geographical dimensions of the place. I also searched analytical categories - ways of articulation, direction of movement of forces and territorial clippings - in Milton Santos which enabled to consider implications of the relationship between actors and place. I adopted the concept of Local Territorial System as an analytical instrument of the public policy. Thus, as research strategy, this study is characterized as a qualitative case study (YIN, 2001; STAKE, 2004). I chose the organizational network Rede Arrozeiras do Sul, industrial network of rice improvement based on the Central Region of RS State, as the case being examined. The results of the research revealed a social feno-structuring production in the relations in network, i. e., even the network being created under rules established by the Program Redes de Cooperação - the geno-structures - the actors that form it and are related, generate new streams and accumulations able to generate changes in the original rules, and therefore in and to the place. The events produced and analyzed permitted to infer that there is no way to directly link the idea of network, as an organization, to the capability of producing local development. Still, the organizative practices in articulation with the territory, producing and being produced by territorialities may, indeed, generate events in place. These events will be fruit and seed of the relations between social actors who mobilize themselves around projects guided by different interests, but are carriers of social production capacity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16769
Arquivos Descrição Formato
000696981.pdf (1.213Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.