Repositório Digital

A- A A+

A influência do tratamento musicoterapêutico na comunicação de crianças com transtornos do espectro autista

.

A influência do tratamento musicoterapêutico na comunicação de crianças com transtornos do espectro autista

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A influência do tratamento musicoterapêutico na comunicação de crianças com transtornos do espectro autista
Autor Gattino, Gustavo Schulz
Orientador Faccini, Lavinia Schuler
Co-orientador Leite, Júlio César Loguercio
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Comunicação
Comunicação não verbal
Comunicacao social
Criança
Musicoterapia
Transtorno autístico
Resumo Investigação dos efeitos da musicoterapia psicodinâmica na comunicação verbal, não verbal e social de crianças com transtornos do espectro autista (TEA). Um ensaio controlado randomizado (ECR) com 24 pacientes foi delineado para comparar indivíduos em duas situações, tratamento musicoterapêutico psicodinâmico (n=12) e tratamento standard (procedimentos de rotina como exames médicos e consultas médicas, n=12). As mensurações dos três desfechos foram obtidas antes e após as intervenções através da versão brasileira da Childhood Autism Rating Scale (CARS-BR). Apesar de na análise geral dos resultados não haver diferença estatisticamente significativa entres os grupos, a análise de subgrupo para o tipo de TEA mostrou um resultado positivo para a influência da musicoterapia psicodinâmica em pacientes com transtorno autista (n=5) na comparação de pacientes com o mesmo diagnóstico que receberam o tratamento standard (n=5) com P = 0.008 e tamanho de efeito padronizado de 2.22 (IC 95 % 1.90 to 2.53). Os achados sobre a importância da musicoterapia psicodinâmica na comunicação de autistas são inconclusivos. Ainda assim, a investigação reafirmou benefícios possíveis da musicoterapia encontrados em outros ECR para comunicação não verbal de crianças com transtorno autista.
Abstract Investigation of effects of psychodynamic music therapy in verbal, nonverbal and social communication of children with autism spectrum disorders (ASD). A randomized controlled trial (RCT) with 24 patients was designed to compare individuals treated with music therapy (n=12) and standard treatment (routine procedures including medical examinations and consultations, n= 12). The outcomes were assessed, before and after interventions, with the Brazilian version of the Childhood Autism Rating Scale (CARSBR). Although as a whole the results did not show statistically significant differences between the groups, the subgroup analysis of ASD type showed a positive influence of music therapy in patients with autistic disorder (n=5), when compared to patients with the same diagnostics who received standard treatment (n=5) with P = 0.008 and standard mean difference of 2.22 (95% CI 1.90 to 2.53) . The findings on the influence of psychodynamic music therapy in communication skills of autistic patients are not conclusive, but this study confirmed previously reported RCT showing possible benefits of music therapy on nonverbal communication skills of children with autistic disorder.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16859
Arquivos Descrição Formato
000708275.pdf (515.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.