Repositório Digital

A- A A+

Performance da indústria brasileira de veículos de passeio no mercado doméstico (1994 – 2014)

.

Performance da indústria brasileira de veículos de passeio no mercado doméstico (1994 – 2014)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Performance da indústria brasileira de veículos de passeio no mercado doméstico (1994 – 2014)
Autor Silva, Jairo Silva da
Orientador Herrlein Junior, Ronaldo
Data 2017
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto História econômica
Indústria automobilística
Veículo automotor
[en] Automobile industry
[en] Brazilian economy
[en] Domestic market
[en] Economic indicators
Resumo Esta dissertação trata da performance da indústria automobilística nacional e, entre outras variáveis, foca as vendas e a produção de veículos nacionais de passeio para o mercado doméstico, abordando o número de emprego e volume de investimentos, ressaltando a sua importância para a economia nacional. O setor promove o desenvolvimento tecnológico e com a absorção de elevado contingente de empregos, apresenta expressiva geração de rendas e tributos, bem como forte encadeamento com outros setores da economia. O período analisado inicia em 1994 com a implantação do Plano Real que possibilitou estabilidade na economia, destacando a inflação baixa, atingindo 1,7% ao ano em 1998 medida pelo IGP-DI. Esta conquista pode ser consolidada durante os dois Governos de FHC, alterando sobremaneira a atuação dos agentes econômicos com maior planejamento financeiro, as indústrias passaram a investir mais para atender o consumo reprimido devido à falta de cenário e as instituições financeiras disponibilizaram as linhas de crédito com prazos mais dilatados. Durante Governo Lula (2003-2010), além de herdar a estabilidade econômica, beneficiou-se da economia chinesa que estava demandando commodities agrícolas e minerais e que impulsionaram as exportações brasileiras. Concomitantemente, as instituições financeiras concederam volumes expressivos de crédito para financiamento de automóveis e também há incremento real dos salários criando as condições positivas que influenciaram as vendas de automóveis. Por último, o Governo Dilma atua para dar continuidade a performance econômica de seu antecessor, neste momento, o Sistema Financeiro Nacional (SFN) incrementou os volumes de crédito e o governo manteve a desoneração fiscal para o setor. A partir de 2014, cessam os efeitos deste ciclo com a inversão das expectativas de mercado e retrocede o volume de vendas de automóveis nacionais de passeio no mercado brasileiro. Além do estudo destes governos para o setor, se faz necessário um resgate histórico a partir do Governo JK até 1993 que situará o período principal e também é comentado este mesmo resgate histórico da indústria automobilista nacional de automóveis de passeio.
Abstract This thesis discusses the performance of the national automobile industry and, among several variables, focuses on the sales and on the production of national passenger carrying vehicles for the domestic market, approaching employment figures and investments volume, as well as highlighting its importance to the national economy. The sector fosters the technological development and through the absorption of a high contingency of jobs, it presents an expressive generation of income and taxes, as well as a strong connection with other sectors in the economy. The period analyzed herein starts in 1994 with the implementation of the Real Plan, which enabled economy stability, with low inflation reaching 1.7% per year in 1998, as measured by IGP-DI. This achievement is consolidated during the two terms of President Fernando Henrique Cardoso, significantly changing the action of the economic agents with additional financial planning; the industries start to invest more to meet the needs of the repressed consumption due to the lack of a scenario and the financial institutions make credit lines available with broader terms. During President Lula’s terms (2003-2010), in addition to inheriting the economic stability, there is the benefit of the Chinese economy, which then demanded agricultural and mineral commodities, boosting Brazilian exports. At the same time, financial institutions grant expressive credit volumes for vehicles financing. In addition, it is necessary to consider the advent of a real salary increment, which creates positive conditions influencing car sales. Finally, President Dilma Rousseff’s government tries to continue the economic performance of the previous government. At that moment, the National Financial System (SFN) increased credit volumes and the government maintained the tax burden reduction for the sector. In 2014, however, the effects of this cycle ended, with the inversion of market expectations and thus the sales volume of national passenger carrying vehicles in the Brazilian market decreases. In addition to the study of those government periods in what concerns the sector, a historical overview from Juscelino Kubitschek’s Government until 1993 is provided in order to introduce the discussion about the main period and to provide a perspective on the historical development of the national automobile industry of passenger carrying vehicles.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168619
Arquivos Descrição Formato
001044233.pdf (1.861Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.