Repositório Digital

A- A A+

Abstract economic modeling : a semantic-philosophical definition of economic models

.

Abstract economic modeling : a semantic-philosophical definition of economic models

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Abstract economic modeling : a semantic-philosophical definition of economic models
Autor Brackmann Netto, Arthur
Orientador Milan, Marcelo
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto História do pensamento econômico
Modelo econômico
Teoria econômica
Resumo As fundações análogas das ideias de Kuhn e da visão pragmática das teorias favorecem uma união de pensamentos. Na concepção de Kuhn após a Estrutura das Revoluções Científicas, a filosofia da linguagem – especialmente as teorias de uso da linguagem – e suas ramificações nas ciências cognitivas são formas efetivas de julgar problemas científicos. Baseados nessas novas ideias, os interpretes de Kuhn propuseram a teoria psicológica dos Enquadramentos Dinâmicos como uma forma funcional de reavaliar a evolução científica. Uma aplicação dessa teoria para reler as definições pragmáticas de modelos foi realizada nessa dissertação, expondo a incomparabilidade entre estudos de caso, o que impede o avanço das discussões. Consequentemente, a criação de definições comparáveis é necessária para o desenvolvimento dos debates pragmáticos. Inspirada em Sugden (2000;2009), a solução proposta foi a criação de paradigmas plausíveis. Seguindo esta linha de raciocínio, um exame da história do pensamento econômico foi realizado buscando uma fundação crível para a definição de modelos econômicos abstratos. A pesquisa identificou os trabalhos de Tinbergen (1935) e de Von Neumann (1945) como os primeiros a usarem o termo ‘modelo’ em sentido abstrato e, portanto, como uma fundação sólida para um paradigma definidor do termo modelo econômico no período que transcorre de 1930 à 1950. Em seguida, a combinação da teoria dos Enquadramentos Dinâmicos e dos exemplares resultou na definição de modelos econômicos contendo cinco características: adaptabilidade, neutralidade, estrutura matemática, simplificação e objetivo. Uma avaliação subsequente da disseminação do termo de 1930 até 1950 sugere que os exemplares escolhidos são uma fundação plausível, ainda que a definição não tenha sido instantânea nem completamente disseminada entre os economistas.
Abstract The analogous foundations of Kuhnian ideas and of The Pragmatic View of Theories favor a union of thoughts. In Kuhn’s renewed ideas, philosophy of language – especially use theories - and its ramifications in cognitive sciences are an effective form of judging scientific conundrums. Based on this insight, Kuhn’s interpreters proposed the psychological theory of Dynamic Frames as a functional form of reviewing scientific evolution. An application of Dynamic Frames was realized to reread pragmatic definitions of models, exposing the incomparability between case-studies, which hampers the development of discussions. Consequently, the creation of comparable definitions is necessary for the advancement of pragmatic debates. Inspired by Sugden (2002; 2009), the proposed solution was the creation of plausible paradigms. Following this mode of reasoning, an examination of history of economic thought was realized searching for a credible foundation for the definition of abstract economic models. The exploration suggested Tinbergen’s (1935) and Von Neumann’s (1945) works as the first ones to use the term “model” in an abstract sense and thus as a solid foundation for a paradigm intended to define economic models. The following combination of Dynamic Frames ideas and the exemplars resulted in a definition of models containing five characteristics: adaptability; neutrality; mathematical structure; simplification; and objective. A subsequent examination of the dissemination of the term from 1930s to 1950s suggested the exemplars were a plausible foundation, even though the definition was neither instantly nor completely disseminated among economists.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168635
Arquivos Descrição Formato
001044364.pdf (1.480Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.