Repositório Digital

A- A A+

A política externa independente é notícia : o reatamento das relações diplomáticas com a URSS na perspectiva do jornal Correio do Povo (novembro de 1961)

.

A política externa independente é notícia : o reatamento das relações diplomáticas com a URSS na perspectiva do jornal Correio do Povo (novembro de 1961)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A política externa independente é notícia : o reatamento das relações diplomáticas com a URSS na perspectiva do jornal Correio do Povo (novembro de 1961)
Autor Domingos, Charles Sidarta Machado
Orientador Brandalise, Carla
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Brasil
Correio do Povo (Jornal)
Governo João Goulart : 1961-1964
Guerra fria
História do Brasil
História política
Nacionalismo
Política externa
Relações diplomáticas
Relações internacionais
União Soviética
[en] Brazilian history
[en] Cold war
[en] Correio do Povo
[en] João Goulart governement (1961- 1964)
[en] Nationalism
[en] Política externa independente
[en] Politics history
Resumo Esta dissertação de Mestrado em História aborda a Política Externa Independente do governo João Goulart (1961-1964). Fundamentada no nacionalismo, essa política externa se constituía em um instrumento de desenvolvimento econômicosocial para o país, além de procurar uma nova inserção internacional para o Brasil naqueles anos intensos da Guerra Fria. Para obtermos uma maior aproximação com o que significou a Política Externa Independente para a época estudada, optamos tratar de um dos seus atos diplomáticos mais polêmicos: o reatamento das relações diplomáticas do Brasil com a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, realizado em 23 de novembro de 1961. Para tanto, elegemos como fonte privilegiada de nossa pesquisa o jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A escolha por esse jornal se deu por dois motivos, indissociáveis: sua auto-proclamada imparcialidade e sua tradição. Desse modo, através das notícias e opiniões veiculadas no Correio do Povo, procuramos perceber como se posicionavam os setores políticos em razão do restabelecimento de relações diplomáticas com a URSS, bem como qual a tendência geral que orientava o periódico em questão na época.
Abstract This is the thesis of masters degree in history that approaches Política Externa Independente of João Goularts government (1961-1964). Supported by the nationalism, this external politics constituted in an instrument for social and economical development of the country, it was also looking for a new insertion of Brazil internationally in those intense cold war years. To obtain closer proximity to what meant the Política Externa Independente to the period studied, we chose to deal with one of the most polemic diplomatic act: the resumption to diplomatic relations of Brazil with Union of Soviet Socialist Republics, held on 23 November 1961. For that purpose, we elected as a privileged source of our research the newspaper Correio do Povo , from Porto Alegre, Rio Grande do Sul. The choice for this journal was for two inseparable reasons: their self-proclaimed impartiality and its tradition. That way, through the news and opinions expressed in Correio do Povo, we try to understand how the political sectors took sides, in reason of the restoration of diplomatic relations with the URSS, as well as which was the general trend that guided the newspaper the time.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16870
Arquivos Descrição Formato
000701319.pdf (1.545Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.