Repositório Digital

A- A A+

Conhecimento e prática profissionais da atenção primária de saúde acerca de educação em saúde do município de Canoas/RS

.

Conhecimento e prática profissionais da atenção primária de saúde acerca de educação em saúde do município de Canoas/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conhecimento e prática profissionais da atenção primária de saúde acerca de educação em saúde do município de Canoas/RS
Outro título Knowledge and practice of primary health care professionals on health education in the city of Canoas/RS , Brazil
Outro título Conocimiento y práctica de los profesionales de la atención primaria de saúde acerca de la educación en salud del municipio de Canoas/RS , Brasil
Autor Munaretti, Robianca
Toassi, Ramona Fernanda Ceriotti
Manfroi, Waldomiro Carlos
Resumo Neste estudo, parte-se de duas formas distintas de atuação das Unidades Básicas de Saúde (UBS): o “modelo tradicional”, com atendimentos à demanda espontânea previamente agendados, de caráter assistencial e curativo; e a Estratégia de Saúde da Família (ESF), constituída por equipes multiprofissionais, atuando em territórios determinados, com usuários que ali residem. Nessas duas formas, os ambientes de saúde constituem-se espaços de aprendizagem, nos quais a troca e a construção do conhecimento devem permeá-los, construindo novos olhares de cuidado. O objetivo da pesquisa foi o de conhecer o quanto as questões de educação em saúde permeiam o trabalho das equipes de saúde do município, e o quanto estas se mobilizam nessa intervenção, qual o seu conhecimento sobre o assunto, e o que fazem para mudar realidades promovendo saúde. Foi aplicado um instrumento de coleta de dados com os profissionais de nível superior de todas as UBS. Realizou-se uma análise quantitativa, da qual resultou que há um bom conhecimento sobre o tema, possibilitando a elaboração de programas que aprimorem a prática.
Abstract Our study was conducted within a context where there are basically two different methods to provide health care. The first method is the “conventional model”, which consists of providing health care at primary health care units (PHCUs) according to previously scheduled visits based on spontaneous demand. The second method is the Family Health Strategy (FHS), consisting of multidisciplinary teams working within specific areas and providing care to the population living in these regions. Within this context, health care settings are learning environments where there should be knowledge exchange and construction, thus promoting new perspectives on health care. The objective of the present study was to investigate how much the issues associated with health education are related to the work of health care teams, how much these teams focus on this intervention, how much health professionals know about this topic, and what they do to change realities while promoting health. We administered a data collection instrument to university-degree professionals working at all PHCUs. Our quantitative analysis showed that the health professionals had good knowledge about the topic, thus enabling the development of programs to improve their practice.
Resumen Partiendo de dos formas distintas de actuación de las Unidades Básicas de Salud (UBSs), el “modelo tradicional”, con enfoque en la atención a la demanda espontanea, con consultas previamente agendadas, de carácter asistencial y curativo; y la Estrategia de Salud de la Familia (ESF), constituida por equipos multiprofesionales actuando en territorios determinados, con usuarios que allí residen. En esas formas, los ambientes de salud se constituyen como espacios de aprendizaje donde el intercambio y la construcción del conocimiento deben permear, construyendo nuevas miradas sobre el cuidado. El objetivo de esta investigación fue conocer cuánto las cuestiones de educación en salud permean el trabajo de los equipos de salud del municipio y cuánto éstos se movilizan por esta intervención, cuál es el conocimiento sobre el tema, qué hacen para cambiar realidades promoviendo salud. Se aplicó un instrumento de recolección de datos con los profesionales de nivel superior de todas las UBSs. Se realizó un análisis cuantitativo donde se percibió un buen conocimiento sobre el tema, posibilitando la elaboración de programas que perfeccionen la práctica.
Contido em Revista saberes plurais : educação na saúde. Porto Alegre. Vol. 1, n. 1 (2016), p. 51-57
Assunto Atenção primária à saúde
Educação em saúde
Serviços de saúde
[en] Health Care Facilities
[en] Health Education
[en] Health Promotion
[en] Patient Education as a Topic
[en] Primary Health Care
[es] Atención Primaria a la Salud
[es] Educación del Paciente como Asunto
[es] Educación en Salud
[es] Promoción de la Salud
[es] Servicios de Salud
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/168746
Arquivos Descrição Formato
001003662.pdf (209.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.