Repositório Digital

A- A A+

Influence of location and storage time in cohesive strength of dentin

.

Influence of location and storage time in cohesive strength of dentin

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influence of location and storage time in cohesive strength of dentin
Outro título Influência da localização e do tempo de armazenamento na resistência coesiva da dentina
Autor Rodrigues, Stefani Becker
Leitune, Vicente Castelo Branco
Samuel, Susana Maria Werner
Collares, Fabrício Mezzomo
Abstract Objective: The purpose of this study was to evaluate the influence of the time of storage in water at the microtensile cohesive strength of occlusal and cervical dentin. Methods: Thirty sound human molars were used. The occlusal surface was removed under water irrigation. Two slices of dentin (occlusal and cervical) of 1.0 mm of thickness were obtained. Each slice was sectioned in the mesio distal direction to obtain 5 sticks. The sticks were stored in distilled water at 37°C for 24 hours or 6 months according to the groups (occlusal and cervical). The ultimate tensile strength test was performed at a crosshead speed of 1 mm/min. Cohesive strengths were calculated in MPa. The values of cohesive strength were analyzed by two-way ANOVA and Student- Newman-Keuls, at the 5% of level of significance. Results: No significant interactions among location of dentin, P=0.59. Statistical significant difference was observed between cohesive strength of 24 hours to 6 months of storage (P=0.018). Conclusion: Influence of the time of storage in water on the microtensile cohesive strength was observed. The storage of dentin in distilled water for 6 months reduces the values of cohesive strength. However no influence of dentin location was found.
Resumo Objetivo: O objetivo foi avaliar a influência do tempo de armazenamento em água na resistência coesiva à microtração da dentina oclusal e cervical. Métodos: Trinta molares humanos hígidos foram utilizados. A face oclusal foi removida sob irrigação constante. Duas fatias de dentina (uma oclusal e uma cervical) com 1,0 mm de espessura foram obtidas. Cada fatia foi seccionada no sentido mesio-distal para obter 5 palitos por fatia. Os palitos foram armazenados em água destilada a 37 ºC por 24 horas ou 6 meses, de acordo com o grupo experimental. A resistência coesiva à tração foi avaliada com uma velocidade de 1mm/min e calculada em MPa. Os valores foram analisados por ANOVA de duas vias e Student-Newman-Keuls, considerando um nível de significância de 5%. Resultados: Não foi encontrada interação estatisticamente significativa entre localização da dentina (P=0,59). Foi encontrada diferença significativa entre a resistência coesiva após 24 horas e 6 meses de armazenamento (P=0,018) Conclusão: Foi observada influência no tempo de armazenamento em água na resistência coesiva da dentina. O armazenamento em água destilada por 6 meses reduz a resistência coesiva da dentina. Entretanto não foi encontrada influência da localização na resistência coesiva da dentina.
Contido em Revista odonto ciência. Porto Alegre. Vol. 28, no. 1 (2013), p. 1-3
Assunto Cimentos dentários
Colágeno
Materiais odontologicos : Adesivos
[en] Collagen
[en] Dentin
[en] Dentin-bonding agents
[en] Tensile strength
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/168778
Arquivos Descrição Formato
000999170.pdf (354.5Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.