Repositório Digital

A- A A+

Modelos para a determinação da taxa de câmbio : uma análise teórica e empírica

.

Modelos para a determinação da taxa de câmbio : uma análise teórica e empírica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelos para a determinação da taxa de câmbio : uma análise teórica e empírica
Autor Santos, Catherine Prass dos
Orientador Hillbrecht, Ronald Otto
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Brasil
Mercado cambial
Política monetária
Taxa de câmbio
[en] Exchange rate
[en] Exchange rate determination models
[en] Monetary policy
Resumo Este trabalho investiga alguns modelos de determinação da taxa de câmbio por meio de uma análise teórica e empírica aplicado ao caso da taxa de câmbio nominal brasileira para um período selecionado após a adoção de taxas de câmbio flutuantes durante o Plano Real no Brasil. Identifica-se e explica-se os principais modelos monetários de determinação de câmbio propostos pela literatura econômica buscando investigar se algum modelo se aplica à taxa de câmbio nominal brasileira. Realizou-se, inicialmente, uma análise da conjuntura econômica do Brasil após a adoção do Plano Real, bem como expôs-se as características do mercado cambial brasileiro. Em seguida estudou-se os principais modelos monetários acerca da determinação da taxa de câmbio. Por fim, buscou-se estimar pelo método de Mínimos Quadrados Ordinários o modelo da paridade das taxas de juros a descoberto a fim de analisar a sua validade para a determinação da taxa de câmbio brasileira. Os resultados obtidos corroboram com a literatura de que esta paridade não é válida, ou seja, que o diferencial das taxas de juros internas e externas não é um bom modelo para determinação da taxa de câmbio nominal. Por fim, testou-se a característica da série de câmbio nominal possuir raiz unitária, aceitando-se, portanto, como conclusão, a hipótese da taxa de câmbio brasileira seguir um passeio aleatório.
Abstract This paper investigates some exchange rate determination models through a theoretical and empirical analysis applied to the Brazilian nominal exchange rate case for a selected period after an adoption of floating exchange rates during the Real Plan in Brazil. It aims to identify and explain the main monetary exchange rate determination models proposed by the economic literature in order to investigate if any model fits the Brazilian nominal exchange rate. An analysis of Brazil's economic situation was carried out after the adoption of the Real Plan, as well as the characteristics of the Brazilian exchange rate market. It follows a study of monetary standards on the determination of exchange rates. Finally, it was tried to estimate through an OLS model the uncovered interest parity model in order to analyze its validity for the Brazilian exchange rate case. The results indicates that this parity is not valid what corroborate with the economic literature. It means that the differential of the internal and external interest rates is not a good model to determine the nominal exchange rate. Finally, it was tested that the nominal exchange series has unit root, accepting the hypothesis that the Brazilian exchange rate follows a random walk.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/168798
Arquivos Descrição Formato
001046306.pdf (1.566Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.