Repositório Digital

A- A A+

Discurso e docência : efeitos de sentido da permanência docente em uma escola pública

.

Discurso e docência : efeitos de sentido da permanência docente em uma escola pública

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Discurso e docência : efeitos de sentido da permanência docente em uma escola pública
Autor Lima, Marcos Salmo Silva da
Orientador Fiss, Dóris Maria Luzzardi
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Análise do discurso
Professor
[en] Discourse
[en] Education
[en] Meaning
[en] Teaching
Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar, sob a ótica da Análise de Discurso francesa fundada pelo filósofo Michel Pêcheux, depoimentos produzidos em formação pedagógica de profissionais da educação de uma escola da rede pública estadual localizada na zona sul da cidade de Porto Alegre - RS, ocorrida no segundo semestre de 2015, que contou com 60 (sessenta) participantes entre equipe diretiva, professores e funcionários da instituição. A análise, sendo um estudo de caso de caráter qualitativo, surge a partir do dilema entre “ser ou não ser professor” desde a consideração das formas de sentir, compreender, entender, identificar, enfim, ser-permanecer educador/educadora na instituição escolar, buscando melhor entender os efeitos de sentido da permanência docente na escola, o modo de produção da profissão docente, hoje, e o tipo de pertencimento experimentado pelos educadores. Sob o prisma de estudar a língua como elemento inerente ao sujeito, atravessada pela história, para que se apreenda seu funcionamento enquanto processo significativo, e relacionado à linha de pesquisa Arte, Linguagem, Currículo, área temática Discurso e Docência, que traz como proposta o estabelecimento de interfaces entre educação e linguagem sob uma perspectiva discursiva, juntamo-nos ao projeto Formação de professores, tecnologias de informação e comunicação e autoria, coordenado pela Profª Drª Dóris Maria Luzzardi Fiss – UFRGS, com o intuito de responder algumas questões que nos instigam: Por que os docentes continuam exercendo a “profissão professor”? Que sentidos de (não)permanência são percebidos nos enunciados dos educadores? O que leva os docentes a quererem permanecer nas instituições de ensino, especificamente, dentro da sala de aula? De que modo os docentes permanecem na escola? Que estratégias os professores/as professoras utilizam para permanecer na educação? Percebemos, a partir de gestos de interpretação dos enunciados dos(as) professores(as), o compromisso dos mesmos com determinada memória que associa educação à transformação, à esperança, à docência vivida com objetivos concretos que justificam permanecer no exercício da profissão. A permanência do/da docente pode ser compreendida a partir dos laços que ele/ela cria com seus colegas e seus alunos/suas alunas, laços que estão atravessados por afeto e compromisso epistemológico e social. Talvez se possa especular que a humana docência, assim como é compreendida por Miguel Arroyo e Paulo Freire, possa ser o elemento que está fortalecendo o professor/a professora e garantindo sua aposta na educação.
Abstract The objective of this work is to analyze, from the point of view of the French Discourse Anal-ysis founded by the philosopher Michel Pêcheux, testimonies produced in pedagogical for-mation of education professions of a public public school located in the area of the city of Porto Alegre - RS, Occurred in Second half of 2015, which included 60 (sixty) participants among the management team, professors and employees of the institution. An analysis, being a quali-tative case study, arises from the dilemma between "being or not being a teacher" from an Opinion of the ways of feeling, understanding, understanding, identifying, finally, being-to re-main educator / educator in the The school creation, seeking a better understanding of the ef-fects of teacher stay in school, the way of production of the teaching profession, today, the type of belonging experienced by educators. From the perspective of studying language as an inher-ent element of the subject, traversed by history, in order to understand its functioning during the process, and related to the research line Art, Lin-guage, Curriculum, Thematic area Dis-course and Teaching, That Bringing as a proposal the establishment of interfaces between edu-cation and language from a discursive perspective, we join the project Teacher training, infor-mation and communication technologies and authorship, co-ordinated by Prof. Dr. Dóris Maria Luzzardi Fiss - UFRGS, with O To respond to someone who is not an instigator: Why do teach-ers continue to exercise a "professing profession"? What meanings of (non) permanence are perceived in educators' statements? What leads teachers to want to stay in educational institu-tions, specifically within the classroom? How do teachers stay in school? What school of teach-ers do teachers use to remain in education? We perceive, from the interpretations of the state-ments of (as) teachers, their commitment to the memory that associates education at a distance, information, documentation lived with concrete objectives that justify remaining in the exercise of the profession . The permanence of the teacher can be understood from the bonds he / she creates with his / her classmates and their students, ties that are publicly committed, and epis-temological and social commitment. Maybe it's a company that knows the teacher and a teacher and guarantees its commitment to education, by Miguel Arroyo and Paulo Freire, can be the element that is strengthening the teacher and ensuring his commitment to education.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168804
Arquivos Descrição Formato
001047464.pdf (1.766Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.