Repositório Digital

A- A A+

Modelo de cânula vaginal na endoscopia transluminal por orifícios naturais (NOTES) pelo acesso transvaginal com extração ovariana (NOSE) em éguas hígidas

.

Modelo de cânula vaginal na endoscopia transluminal por orifícios naturais (NOTES) pelo acesso transvaginal com extração ovariana (NOSE) em éguas hígidas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelo de cânula vaginal na endoscopia transluminal por orifícios naturais (NOTES) pelo acesso transvaginal com extração ovariana (NOSE) em éguas hígidas
Outro título Cannula in natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) and using transvaginal access for ovary extration (NOSE) in healthy mares
Autor Merini, Luciana Paula
Orientador Beck, Carlos Afonso de Castro
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Cirurgia veterinaria : Equinos
Endoscópios
Laparoscopia
Videocirurgia : Animais
[en] Equine
[en] Flexible endoscope
[en] Guiding cannula
[en] Laparoscopy
[en] Video surgery
Resumo A técnica cirúrgica endoscópica transluminal por orifícios naturais (NOTES) tem por definição envolver a introdução de um endoscópio no interior da cavidade abdominal através de uma perfuração intencional de uma víscera (p.ex. estômago, reto, vagina) e realizar uma exploração e/ou operação intra-abdominal. A incisão cirúrgica realizada pela técnica de NOTES tem a vantagem de ser utilizada para a retirada da cavidade abdominal de espécimes (NOSE) reseccionadas através de uma laparoscopia padrão ou por NOTES. O presente estudo teve por objetivo verificar a viabilidade da cânula vaginal em realizar o acesso transvaginal para a cavidade abdominal através da técnica de NOTES transvaginal em éguas hígidas posicionadas em estação e avaliar o acesso vaginal como canal de extração de espécimes (NOSE) em éguas submetidas à ovariectomia laparoscópica via flanco. Foram utilizadas 6 éguas hígidas para ambos os procedimentos cirúrgicos. Os animais foram submetidos a jejum alimentar pré-cirúrgico de 24 à 30 horas. Para a sedação utilizou-se cloridrato de detomidina e cloridrato de lidocaína para execução da epidural baixa. A incisão vaginal foi realizada dorsal à cérvix na posição horária de 12 horas utilizando uma cânula vaginal de ponta romba rosqueada e realizada sob visualização indireta através do endoscópio flexível inserido dentro da cânula. A remoção dos ovários via vaginal ocorreu em quatro das seis éguas utilizadas no experimento. Das quatro éguas, três tiveram a necessidade do aumento manual da colpotomia para apreensão manual dos ovários intracavitária e sua remoção. Em dois animais os ovários tiveram de ser seccionados e removidos através do flanco pelo aumento da incisão do canal de trabalho laparoscópico. A execução cirúrgica do acesso à cavidade abdominal via transvaginal e a técnica de extração de espécimes por NOSE submetidas à ovariectomia laparoscópica via flanco é possível de ser realizada em éguas hígidas.
Abstract The technique of Natural Orifice Transluminal Endoscopic Surgery (NOTES), by definition, concerns the introduction of an endoscope in the abdominal cavity through an intentional perforation of a viscera (for ex., stomach, recto, vagina) and performs an intra-abdominal exploration and/or operation. The surgical incision performed through the NOTES technique has the benefit of being used to remove resected specimens (NOSE) from the abdominal cavity through a standard laparoscopy or through NOTES. The present study had the purpose to check the practicality of the vaginal cannula in performing transvaginal access to the abdominal cavity through the NOTES technique in standing healthy mares and assess the vaginal access as an canal extraction of specimens (NOSE) in mares subjected to laparoscopic ovariectomy. Six healthy mares were used for both surgical procedures. The food was withheld between 24 to 30 hours before surgery. They were sedated with detomidine hydrochloride and to perform the low epidural, lidocaine hydrochloride was used. The vaginal incision was performed dorsally to the cervix at 12 o’clock position using threaded round tip vaginal cannula and performed under indirect viewing through a flexible endoscope inserted in the cannula. The ovaries were removed through the vagina in four of the six mares used in the experiment. From the four mares, three were required to manually increase the colpotomy for manual intracavitary seizure of the ovaries and their removal. In two of the animals, the ovaries had to be cut and removed through the flank, increasing the incision of the laparoscopic working channel. The procedure to create the access to the abdominal cavity through the vagina to perform the NOTES technique and the specimen extraction technique through NOSE subjected to laparoscopic ovariectomy in healthy mares did not demonstrate high difficulties in its execution nor post-surgical complications, confirming the practicality of the two techniques in the equine species.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/168826
Arquivos Descrição Formato
001048312.pdf (806.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.