Repositório Digital

A- A A+

Inclusão digital e restrições de acesso à tecnologia: o caso dos terminais de auto-atendimento bancário

.

Inclusão digital e restrições de acesso à tecnologia: o caso dos terminais de auto-atendimento bancário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inclusão digital e restrições de acesso à tecnologia: o caso dos terminais de auto-atendimento bancário
Autor Nierdele, Michele Andréa
Orientador Rozados, Helen Beatriz Frota
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Exclusão digital
Inclusão digital
Serviços bancários
Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs)
[en] Digital exclusion
[en] ICT
[en] Self-service terminals for banking
Resumo Investiga a percepção dos usuários sobre a usabilidade do sistema de auto-atendimento bancário. Contextualiza as TIC e a sua utilização no cenário sócio-econômico e cultural da contemporaneidade, alertando para a gravidade do problema da exclusão digital e a importância da usabilidade na promoção da inclusão. Destaca aspectos da sociedade da informação e as transformações ocorridas no cenário mundial em áreas como educação e trabalho. Aborda o problema de forma qualitativa. Como instrumentos de coleta de dados utiliza o levantamento bibliográfico e a entrevista semi-estruturada. Evidencia a pesquisa empírica realizada na Agência Chapecó, da Caixa Econômica Federal, em Chapecó-SC, que além dos usuários do sistema de auto-atendimento bancários, abrange atendentes e representante da instituição financeira. Conclui que os usuários enfrentam problemas na utilização dos referidos equipamentos e as dificuldades percebidas pelos entrevistados indicam a necessidade de melhorias na usabilidade dos terminais, como também, reforçam as considerações sobre os processos de inclusão digital, que devem priorizar muito mais do que a mera disponibilização das Tecnologias da Informação e Comunicação para as pessoas. As conclusões remetem à gravidade do problema da exclusão digital e à necessidade de iniciativas eficazes para combatê-lo.
Abstract Investigates the perception of users on the usability of the system of self-service banking. Context and use of ICT in socio-economic scenario and the contemporary cultural, warning of the seriousness of the problem of digital exclusion and the importance of usability in promoting inclusion. Highlights aspects of the information society and the changes in the world in areas such as education and work. Addresses the problem in quality. As instruments for data collection using the bibliography and semi-structured interview. Shows the empirical research conducted in the Agency Chapecó, the Caixa Economica Federal in-Chapecó SC, that apart from users of the system of self-service banking, covers attendants and representative of the financial institution. That users face problems in the use of such equipment and the difficulties perceived by the interviewees indicated the need for improvements in usability of the terminal, but also reinforce the considerations on the processes of digital inclusion, which should prioritize more than the mere provision of Information and Communication Technologies for people. The conclusions refer to the seriousness of the problem of digital exclusion and the need for effective initiatives to combat it.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16884
Arquivos Descrição Formato
000706465.pdf (585.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.