Repositório Digital

A- A A+

De ideias e lugares : uma história do liberalismo econômico no Brasil

.

De ideias e lugares : uma história do liberalismo econômico no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título De ideias e lugares : uma história do liberalismo econômico no Brasil
Autor Martins, Raphael Castro
Orientador Salomão, Ivan Colangelo
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto História econômica
Liberalismo econômico
Teoria econômica
[en] Economic history
[en] Liberalism
[en] Political economy
Resumo O liberalismo, tanto econômico quanto social, sempre encontrou dificuldades de realização em terras brasileiras, dadas nossas relações sociais baseadas inicialmente em escravidão e, após isso, em favoritismos. Este clima institucional não impediu, porém, o desenvolvimento de obras liberais autóctones, mesmo que grandemente influenciadas pelo que se produziu internacionalmente. O objetivo deste trabalho é sistematizar tais obras idealizadas pelos liberais brasileiros, especialmente em sua análise econômica. São retomados os principais argumentos feitos pelos liberais desde a independência brasileira até as posições dos atuais economistas que indicam a abertura de mercados e diminuição estatal como caminho para o desenvolvimento. A análise econômica liberal é uma que começa como panfletária, no sentido amplo na palavra, durante o século XIX e busca tornar-se cada vez mais científica no século XXI, passando por processos de transições durante o século XX que a dotaram neste período tanto das características marcantes do século XIX, quanto do XXI. É um ponto de vista analítico que sofre transformações, mas, como o trabalho pretende mostrar, mantem-se constante em suas posições básicas que dizem respeito a eficiência de mercados e aversão a demasiada intervenção governamental.
Abstract Liberalism, both social and economic, always had difficulty finding its place in Brazilian lands, given our social relationships, first based on slavery, and then based on favoritism. This institutional climate didn’t stop, however, the development of local liberal works, even if greatly inspired by what was produced abroad. The objective of this study is to systemize those works idealized by Brazilian liberals, especially while dealing with economics. The main liberal arguments made since Brazil’s independence until today are reproduced here, all which point open markets and less state control as the right way for the county’s development. Brazilian liberal economic analysis begins as ideological, in the ample sense of the word, during the 19th century and strives to become more scientific during the 21st century, going through chancing processes during the 20th century, which endowed it with general characteristics from both the 19th, and the 21st centuries. It’s an analytical point of view that went through changes, but, as this study intends to show, is constant in its basics positions, which are market efficiency and aversion to too much government intervention.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/168850
Arquivos Descrição Formato
001046738.pdf (1.323Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.