Repositório Digital

A- A A+

O uso das tecnologias digitais com crianças de 7 meses a 7 anos : como as crianças estão se apropriando das tecnologias digitais na primeira infância?

.

O uso das tecnologias digitais com crianças de 7 meses a 7 anos : como as crianças estão se apropriando das tecnologias digitais na primeira infância?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O uso das tecnologias digitais com crianças de 7 meses a 7 anos : como as crianças estão se apropriando das tecnologias digitais na primeira infância?
Autor Silva, Patrícia Fernanda da
Orientador Fagundes, Léa da Cruz
Co-orientador Menezes, Crediné Silva de
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Educação infantil
Tecnologia digital
[en] Cognitive Development
[en] Digital Technologies
[en] Early Childhood
[en] Piagetian proofs
Resumo O avanço das tecnologias vem sendo impulsionado por ferramentas como internet móvel, touchscreen, wirelles, dentre outras, possibilitando que o manuseio com auxílio destes dispositivos seja cada vez mais fácil e intuitivo, não necessitando de um tutorial ou mesmo de uma explicação completa por parte dos usuários para acessá-los. Desta forma, qualquer pessoa que tenha computador, celular, smartphone ou tablet conectado à internet, poderá produzir um vídeo, um texto ou uma imagem e compartilhá-los na rede. Os meios de comunicação e informação tornam-se maiores e menores ao mesmo tempo. Por meio de uma única ferramenta portátil, que comporta diversas mídias é possível que os conteúdos educacionais, e não somente conteúdos, mas informações, revistas, artigos possam ser acessados a qualquer tempo e em qualquer lugar. Diante deste novo paradigma, estar atento à forma com que as tecnologias estão sendo utilizadas pelas crianças, e como elas vêm percebendo este mundo digital se faz necessário. A presente pesquisa tem por objetivo observar e verificar como as crianças de 7 meses a 7 anos de idade estão se apropriando das tecnologias digitais, bem como percebem os atrativos oferecidos por elas. Adotou-se como aporte teórico a Epistemologia Genética de Piaget e suas principais obras sobre o desenvolvimento infantil, para melhor compreender os processos de desenvolvimento da inteligência da criança. Para tanto, a metodologia utilizada foi a aplicação de provas Piagetianas e, posteriormente, a realização desta mesma prova com o uso de recurso tecnológico. Durante estas atividades, foi utilizado o Método Clínico, já a análise das observações e interações das crianças, foi fundamentada a partir de obras de Piaget em que o desenvolvimento da inteligência infantil era abordada. Durante a pesquisa, foi possível observar o nítido interesse das crianças pelos aparelhos e pelas tecnologias digitais. As tecnologias digitais possibilitaram que as crianças realizassem constatações mais aprofundadas do que nas provas Piagetianas, pois os recursos tecnológicos apresentados envolveram diferentes sentidos, bem como proporcionaram que elas descobrissem coisas sem terem que fazer um esforço tão grande como quando trabalham com objetos concretos. O mundo virtual mostrou-se mais atrativo, porque possibilitou às crianças ter a oportunidade de aprender de modo não-formal, e sim fazendo e descobrindo sem seguir uma sequência definida.
Abstract The advancement of technologies has been driven by tools such as mobile internet, touchscreen, wirelles, among others, making it easier and more intuitive to handle these devices without requiring a tutorial or even a full explanation for the users to access them. Anyone with a computer, cell phone, smartphone or tablet connected to the internet can produce a video, text or image and share them on the web. Media and information become larger and smaller at the same time. With a single portable tool that contains several media, it is possible that educational content, educational content, general information, magazines, articles can be accessed anytime, anywhere. Facing this new paradigm, being aware of how technologies are being used by children and how they are perceiving this digital world becomes necessary. The present research aims to observe and verify how children from 7 months to 7 years of age are appropriating digital technologies as well as perceiving the attractions offered by them. It was adopted as a theoretical contribution the Piaget's Genetic Epistemology and his main works on child development, in order to better understand the processes of child intelligence development. For this, the methodology used was the application of Piagetian tests and, later, the accomplishment of this same test with the use of technological resources. During these activities, the Clinical Method was used. The analysis of the observations and children‟s interactions was based on works of Piaget in which the development of the child intelligence was approached. During the research, it was possible to observe the clear interest of the children by the devices and the digital technologies. Digital technologies made it possible for children to make more in-depth findings than in Piagetian tests because the technological features presented involved different senses as well as allowing them to discover things without having to make as much effort as when working with concrete objects. The virtual world proved to be more attractive because it enabled children to have the opportunity to learn in a non-formal way, but by doing and discovering without following a definite sequence.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/168851
Arquivos Descrição Formato
001048628.pdf (3.029Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.