Repositório Digital

A- A A+

Percepção dos usuários idosos sobre os serviços de saúde nas unidades básicas de saúde a partir do PMAQ

.

Percepção dos usuários idosos sobre os serviços de saúde nas unidades básicas de saúde a partir do PMAQ

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Percepção dos usuários idosos sobre os serviços de saúde nas unidades básicas de saúde a partir do PMAQ
Autor Martins, Valéria Feijó
Orientador Gonçalves, Andréa Krüger
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva.
Assunto Atenção primária à saúde
Avaliação em saúde
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica
Saúde do idoso
[en] Elderly
[en] Health evaluation
[en] National Improvement Program Access and Primary Care Quality
[en] Primary health care
Resumo Com o crescente número de idosos na população mundial surgem preocupações referentes a políticas que acomodem as particularidades desta população. Foi a partir desse crescimento populacional que surgiram novas políticas de saúde para a população idosa. Atualmente, revela-se uma necessidade de avaliar estas políticas. As informações são limitadas nos sistemas de informação de saúde e estão disponíveis somente dados de notificações obrigatórias. O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) pode representar o inicio de um ciclo, instituindo a avaliação da atenção básica no país, para realizar um planejamento com melhores ações e condições de ampliação do serviço. Essa pesquisa busca analisar a percepção dos usuários idosos sobre os serviços de saúde prestados nas Unidades Básicas de Saúde a partir da avaliação do PMAQ-AB. Como objetivos específicos a) descrever as características sociodemográficas e presença de doenças de usuários idosos que utilizam os serviços de saúde nas Unidades Básicas de Saúde no Brasil e suas regiões; b) verificar a percepção de usuários idosos quanto aos serviços de saúde prestados nas Unidades Básicas de Saúde no Brasil. Para isso, foi realizado um estudo descritivo transversal. Como amostra utilizou as entrevistas do módulo de avaliação externa do segundo ciclo do PMAQ respondidas por usuários com 60 anos ou mais, totalizando 26.746 usuários idosos. Os serviços de saúde foram avaliados como acessíveis pelos usuários idosos, sendo utilizados conforme suas demandas de saúde. Os idosos estão em maior concentração nas regiões sudeste e nordeste do país; como maioria são mulheres brancas e pardas com escolaridade de ensino fundamental que não trabalham. A hipertensão e a diabetes são acometimentos presentes. O acesso as unidade de saúde é facilitado pela proximidade dos domicílios e o horário de atendimento é suficiente. Uma das formas de atendimento é a marcação das consultas, porém nem sempre possível para o mesmo dia, mas a equipe busca resolver os problemas apresentados pelos usuários. As equipes estão organizadas, realizando os encaminhamentos necessários. Praticamente todos os usuários recebem a visita dos agentes comunitários e levam o tratamento até a sua conclusão. Os cuidados ofertados pelo sistema de saúde estão de acordo com as políticas contemporâneas de saúde, que indicam buscar a recuperação da saúde, estabilização e prevenção das doenças. Isso mostra que os serviços estão atendendo as necessidades de saúde da população idosa.
Abstract With the increasing number of elderly people in the world population arise concerns about policies that accommodate the particularities of this population. From this population growth that new health policies emerged for the elderly population. Currently needs to evaluate these policies. The National Program for the Improvement of Access and Quality of Primary Care (PMAQ-AB) can represent the beginning of a cycle, instituting the evaluation of basic care in the country, to carry out a plan with better actions and conditions for expansion of the service. This research seeks to analyze the perception of the elderly users about the health services provided in the Basic Health Units from the evaluation of the PMAQ-AB. As specific objectives a) to describe the sociodemographic characteristics and presence of diseases of elderly users who use the health services in the Basic Health Units in Brazil and its regions; b) to verify the perception of elderly users regarding the health services provided in the Basic Health Units in Brazil. For this, a cross-sectional descriptive study was carried out. The sample was the interviews of the external evaluation module of the second cycle of the PMAQ answered by users aged 60 years or more, totaling 26,746 elderly users. The health services were evaluated as accessible by the elderly users, being used according to their health demands The elderly are more concentrated in the southeastern and northeastern regions of the country; The majority of whom are white and grizzly women with elementary school education who do not work. Hypertension and diabetes are present complications. Access to the health unit is facilitated by the proximity of the homes and the hours of care are sufficient. One of the forms of service is the marking of appointments, but not always possible for the same day, but the team seeks to solve the problems presented by users. The teams are organized, making the necessary referrals. Practically all users are visited by community agents and take the treatment to completion. The care offered by the health system is in accordance with the contemporary health policies, which indicate the recovery of health, stabilization and prevention of diseases. This shows that services are meeting the health needs of the elderly population.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168871
Arquivos Descrição Formato
001048337.pdf (635.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.