Repositório Digital

A- A A+

A epêntese na produção de plosivas em codas mediais do portugês brasileiro por colombianos: uma abordagem com base em restrições

.

A epêntese na produção de plosivas em codas mediais do portugês brasileiro por colombianos: uma abordagem com base em restrições

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A epêntese na produção de plosivas em codas mediais do portugês brasileiro por colombianos: uma abordagem com base em restrições
Autor Matzenauer, Carmen Lúcia Barreto
Alves, Ubiratã Kickhöfel
Azevedo, Roberta Quintanilha
Resumo Este artigo tem por objetivo, à luz do algoritmo de aprendizagem vinculado ao modelo formal da Teoria da Otimidade Estocástica – OT (BOERSMA & HAYES, 2001), descrever e analisar a produção da epêntese vocálica após plosivas em codas mediais de palavras, por parte de aprendizes de Português Brasileiro, que são falantes nativos de Espanhol (colombianos). Para a constituição do corpus, foi proposto um instrumento composto de palavras cognatas do Português e do Espanhol para a leitura em frases veículo, gravadas no Programa AUDACITY 1.3.5 (ANSI). Foram escolhidos, para este trabalho, quatro estudantes colombianos que permaneceram no Brasil por um período médio de seis meses, em mobilidade acadêmica no Sul do Brasil, com o cuidado de serem homogeneizados fatores extralinguísticos, como sexo, idade e nível de escolaridade. Foi confirmada ahipótese de que, mesmo em palavras cognatas nas duas línguas analisadas, há diferente tratamento às plosivas em coda, dependendo do sistema linguístico que está sendo utilizado pelo falante de Espanhol aprendiz de PB. Tal fato foi captado, à luz da OT Estocástica, via hierarquia de restrições universais.
Abstract This study aims to describe and analyze, according to the framework of Stochastic Optimality Theory – OT (BOERSMA & HAYES, 2001), the production, by Colombian Learners of Brazilian Portuguese (BP), of stop segments in word-mid codas, liable for the production of epenthetical segments. In order to build the corpus, an instrument composed of Portuguese and Spanish cognate words was proposed, so that vehicle phrases could be recorded in AUDACITY 1.3.5 (ANSI) software. Four Colombian students, who remained in Southern Brazil for a period of six months, were chosen to take part in the investigation. In the selection of the participants, extralinguistic factors such as sex, age and scholarity were homogenized. We confirmed the hypothesis that even in cognate words, there is a different treatment to plosives in word-mid codas in both languages, depending on the language system which is being used by the speaker. This fact was accounted for, according to the Stochastic Optimality Theory framework, through hierarchies of universal constraints.
Contido em Letras & letras : revista do Instituto de Letras e Lingüística da Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia, MG. Vol. 28, n. 1 (jan./jun. 2012), p. 327-345
Assunto Epêntese vocálica
Língua portuguesa
Teoria da otimidade
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/168894
Arquivos Descrição Formato
000886103.pdf (564.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.