Repositório Digital

A- A A+

A produção contemporânea de longas-metragens no Rio Grande do Sul : um olhar antropológico sobre a relação entre cineastas, Estado e mercado

.

A produção contemporânea de longas-metragens no Rio Grande do Sul : um olhar antropológico sobre a relação entre cineastas, Estado e mercado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A produção contemporânea de longas-metragens no Rio Grande do Sul : um olhar antropológico sobre a relação entre cineastas, Estado e mercado
Autor Silva, Vitáli Marques Corrêa da
Orientador Oliven, Ruben George
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia social
Art
Brazilian cinema
Cinema brasileiro
Cinema contemporaneo : Brasil
Film production
Networks
Produção cinematográfica
Rio Grande do Sul
Resumo Esta dissertação explora a relação entre cineastas, Estado e mercado para a viabilização de longas-metragens no Rio Grande do Sul, a partir da complexidade das relações formadas entre diretores, roteiristas, produtores e equipe técnica; distribuidores e sales agent; além do próprio Estado com seus editais e legislações para setor. Diante da posição marginal do RS em relação eixo RJ-SP, ainda que represente o terceiro estado que mais produziu filmes desde a retomada, questiono: como os cineastas gaúchos viabilizam seus longas-metragens nessa região do país? Quais as relações e as redes que articulam com o mercado e o Estado para a realização de seus filmes? Qual o papel ocupado, na prática, por cada um desses agentes? Partindo do pressuposto que o cinema gaúcho conforma um mundo da arte (Howard Becker), realizei entrevistas semiestruturadas com cineastas, produtores e distribuidores para esta dissertação. A pesquisa aponta para a importância da figura central do Estado no financiamento artístico, além do papel dos arranjos colaborativos dos cineastas gaúchos, diante da limitação de recursos financeiros.
Abstract This dissertation approaches the relationship between filmmakers, the state and the market for making feature films in Rio Grande do Sul, a Brazilian southern state. That production scene is formed by a complex network involving directors, writers, producers and technical staff; distributors and sales agents; and the state itself with policies and legislations. Rio Grande do Sul represents the third state in production of films in Brazil, but it is largely surpassed by the production of Rio de Janeiro and Sao Paulo states. Anyway, I raised the following questions: how do southern Brazilian filmmakers make their feature films viable in this region of the country? What kind of relationship and network do they articulate with the market and the state for making their films? What role does each agent play in practice? Based on the assumption that the Rio Grande do Sul cinema forms an art world (Howard Becker), I conducted semi-structured interviews with filmmakers, producers and distributors for this dissertation. This research indicates the importance of the central role of the state regarding artistic financing, and it sheds light upon the role of the collaboration arrangements of the local filmmakers, people who many times don’t have substantial financial resources to make their movies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168939
Arquivos Descrição Formato
001047174.pdf (1.354Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.