Repositório Digital

A- A A+

En cada cuadra un comité, en cada barrio revolución : os cdr e a participação popular na transição socialista em cuba (1960-1975)

.

En cada cuadra un comité, en cada barrio revolución : os cdr e a participação popular na transição socialista em cuba (1960-1975)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título En cada cuadra un comité, en cada barrio revolución : os cdr e a participação popular na transição socialista em cuba (1960-1975)
Autor Santos, Rhenan Pereira
Orientador Luce, Mathias Seibel
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Cuba : História política
História da América Latina
História política
Revolução cubana
[en] Comités de Defensa de la Revolución
[en] Cuban Revolution
[en] Democracy
[en] Socialist Transition
Resumo Os Comités de Defensa de la Revolución (CDR) cumpriram um papel fundamental no processo de transição socialista iniciado em Cuba a partir de 1959. A Revolução, através deles, pode contar com o apoio das massas cubanas para enfrentar as muitas tarefas que se colocavam como desafios para a construção do socialismo no país. Construção que teria sido ainda mais difícil, não fossem os muitos cederistas em todo o país. Seu nascimento surge como resposta ao violento ataque contrarrevolucionário desencadeado com a ajuda do imperialismo estadunidense, mas rapidamente sofre uma profunda transformação. Os CDR, de forma bastante orgânica, passam a assumir as tarefas organizativas da vida cubana, fazendo com que a população atuasse em atividades que eram, até aquele momento, competência exclusiva do Estado. Com isso, os comités contribuem para a transformação do próprio caráter do Estado, tarefa essencial da transição socialista. O fato de que esta fosse uma sociedade de capitalismo dependente aumenta a dramaticidade da tarefa. Além disso, os CDR foram um importante canal para a participação política das massas cubanas, em um contexto em que as instituições políticas ainda não estavam suficientemente estabelecidas no país (período entre 1960 e 1975). Nesse sentido, agiram de forma dialética na contradição entre massas e vanguarda revolucionária, tensionando o processo em um sentido de maior democratização.
Abstract The Comités de Defensa de la Revolución (CDR) played a key role in the process of socialist transition initiated in Cuba in 1959. The Revolution, through them, can count on the support of the Cuban masses to face the many tasks that challenge for the construction of socialism in the country. Construction would have been even more difficult, if it were not for the many cederistas across the country. His birth comes as a response to the violent counterrevolutionary attack unleashed with the aid of US imperialism, but quickly undergoes a profound transformation. The CDR, in a very organic way, began to assume the organizational tasks of Cuban life, making the population work in activities that until then were the exclusive competence of the State itself. With this, the comités contribute to the transformation of the character of the State, an essential task of the socialist transition. The fact that it was a society of dependent capitalism increases the drama of the task. In addition, the CDR were an important channel for the political participation of the Cuban masses, in a context where political institutions were not sufficiently established in the country yet (between 1960 and 1975). In this sense, they acted dialectically in the contradiction between the masses and the revolutionary vanguard, stressing the process in a sense of greater democratization.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/168960
Arquivos Descrição Formato
001048113.pdf (1.580Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.