Repositório Digital

A- A A+

Armanhaques e Borguinhões : um estudo sobre guerra, política e propaganda na Idade Média

.

Armanhaques e Borguinhões : um estudo sobre guerra, política e propaganda na Idade Média

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Armanhaques e Borguinhões : um estudo sobre guerra, política e propaganda na Idade Média
Autor Flores, Paula dos Santos
Orientador Almeida, Cybele Crossetti de
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto História medieval
Idade média : França
Politica : Historia
Propaganda
[en] Armanhaques and Burgundians
[en] Politics
[en] War
Resumo Esta pesquisa tem como objetivo discutir aspectos da dinâmica política francesa no final do período medieval. A pesquisa foi desenvolvida através da análise de escritos produzidos durante a guerra civil entre armanhaques e borguinhões, na França, no começo do século XV. A partir da documentação, o Registro do Parlamento de Paris e o Journal d’un Bourgeois de Paris, foram identificados aspectos que caracterizam a dinâmica política do período: a utilização de propaganda, seus veículos de difusão e principais argumentos; a profunda instabilidade política e social e a importância da formação de alianças; e, que a relação de poder entre a nobreza e a população não estava baseada apenas na coerção, a legitimação era um elemento fundamental para a imposição do poder.
Abstract The objective of this study was to examine aspects of political dynamics in the late medieval period, such as use of the concept propaganda and its implications. The research was developed based on the analysis of writings produced during the civil war between Armagnacs and Burgundians in the early fifteenth century. From the documentation, the Paris Parliament Register and the Journal d'un Bourgeois de Paris, were identified aspects that characterize the dynamic period of the policy: the use of propaganda, dissemination vehicles and main arguments; the deep political and social instability and the importance of forming alliances; and that the power relationship between the nobility and the people was not based solely on coercion, legitimacy was a key element for the imposition of power.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/169034
Arquivos Descrição Formato
001046890.pdf (1.592Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.