Repositório Digital

A- A A+

Conflitos na colaboração: um estudo das tensões em processos de escrita coletiva na web 2.0

.

Conflitos na colaboração: um estudo das tensões em processos de escrita coletiva na web 2.0

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conflitos na colaboração: um estudo das tensões em processos de escrita coletiva na web 2.0
Autor Campos, Aline de
Orientador Primo, Alex Fernando Teixeira
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Escrita coletiva
Inteligência coletiva
Interação mediada por computador
Internet 2
[en] Collaboration
[en] Collective intelligence
[en] Collective writing
[en] Conflict
Resumo A partir da contextualização da colaboração enquanto processo integrante da inteligência coletiva (LÉVY, 2003) e da sabedoria das multidões (SUROWIECKI, 2006), este trabalho visa estudar o conflito como importante fator destes processos coletivos. Os desequilíbrios fazem parte da trajetória humana, porém, percebe-se a recorrente intenção de os vislumbrar como questões negativas e de aniquilação das relações, deixando de lado sua faceta de potencialidade à impulsão de uma reconfiguração benéfica do processo em que atua. Uma prática interessante no estudo dos conflitos na colaboração é a escrita coletiva online. A independência de espaço e tempo e a multiplicidade de vozes que podem incidir em um projeto textual abrem espaço para negociações, debates e tensões de diversas naturezas. Além disso, também se verifica uma visão por vezes demasiada otimista, que acaba relevando as questões estruturais, dinâmicas e comportamentais nos processos de produção de sentido e os conflitos que podem surgir a partir disso. Nesse sentido, questiona-se: qual a influência dos conflitos no processo de escrita coletiva online? Este projeto, através de pesquisa teórica e empírica, procura responder a esta questão sob uma perspectiva comunicacional, que leve em consideração as relações e interações para além da harmonia permanente atribuída a estes processos por diversas áreas do conhecimento. Para a verificação empírica apresentam-se dois projetos colaborativos de produção textual: a Wikipédia, a enciclopédia livre de larga utilização e popularidade e o projeto do Laboratório de Interação Mediada por Computador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o Co-dex, o dicionário social, ambiente criado para abarcar conceitos, resenhas e biografias da área da comunicação e da ciência da informação. Em ambos foram realizadas observações sistemáticas para verificação das tensões provenientes da interação e produção coletiva a fim de que, juntamente com o aporte teórico desenvolvido, a questão norteadora deste trabalho pudesse ser investigada. Conclui-se que os conflitos que permeiam os processos colaborativos de produção de sentido dizem respeito a aspectos de ordem textual e de ordem relacional e que estes se encontram conexos na medida em que exercem influência um no outro. Acredita-se que as tensões possuem forte relevância no desenvolvimento das relações entre os colaboradores e na construção de conteúdo no sentido de instaurar os desequilíbrios necessários a uma "reequilibração majorante" (PIAGET, 1977).
Abstract From the context of collaboration as a process of the collective intelligence (LÉVY, 2003) and wisdom of crowds (SUROWIECKI, 2006) this work aims to study the conflict as an important factor of these collective processes. The imbalances are part of human history, however, recurrently we find a purpose to see this issues as negative and of annihilation of relations, leaving aside the aspect of the potential impulsion to beneficial reconfiguration of the process in which it operates. An interesting practice in the study of conflicts in collaboration is the online collective writing. The independence of space and time and the multiplicity of voices that can focus on a project textual, opens space for negotiations, debates and tensions of various kinds. In addition, sometimes there is too optimistic view, which relieves the issues of structural, dynamics and behavior in the production of meaning and the conflict that may arise from it. In this sense, is questioned: what is the influence of conflicts in the process of online collective writing? This project, through theoretical and empirical research, seeks to answer this question in a communicational perspective, which takes into account the relationships and interactions beyond the harmony permanently assigned to these processes for various areas of knowledge. For the empirical verification are presented two collaborative projects of textual production: the Wikipedia, the free encyclopedia, wide used and with popularity and the project of the Laboratory of Computer-mediated Interaction of the Federal University of Rio Grande do Sul, the Co-dex, the social dictionary, environment created for concepts, reviews and biographies of the area of communication and information science. In both observations were made for systematic verification of the tensions from the interaction and collective production so that, together with the developed theoretical contribution, the guiding question of this work could be investigated. It is concluded that the conflicts that permeate the processes of collaborative production of meaning relate to aspects of a textual and relational order and that they are related and influence each other. It is believed that the tensions have strong relevance in the development of relations between the collaborators and building content to introduce imbalances needed for a "majorant reequilibration" (Piaget, 1977).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16928
Arquivos Descrição Formato
000708848.pdf (7.131Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.