Repositório Digital

A- A A+

Repetição e transgressão : dispositivos poéticos e potencial utópico

.

Repetição e transgressão : dispositivos poéticos e potencial utópico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Repetição e transgressão : dispositivos poéticos e potencial utópico
Autor Hofstaetter, Andrea
Orientador Sousa, Edson Luiz Andre de
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Arte : Repeticao
Poética
Poiética : Arte
Transgressão
Utopia : Arte
[en] Difference
[en] Repetition
[en] Representation
[en] Transgression
[en] Utopia
Resumo Esta pesquisa tem como tema a questão da repetição e sua utilização em processos artísticos na contemporaneidade, abordando tanto a poïética como a poética. Nesta temática, a partir da análise de trabalhos dos artistas Anna Maria Maiolino, Nick Rands e Patrícia Franca, são estabelecidas relações entre o pensamento artístico contemporâneo e conceitos advindos dos campos da teoria psicanalítica, da filosofia da diferença e do pensamento utópico. Outras produções artísticas são abordadas na medida em que interessam para a discussão de questões relacionadas à repetição, como a da série, do múltiplo, da representação, reprodução e cópia. Os principais autores referenciais são: Gilles Deleuze, Sigmund Freud, Jacques Lacan e Ernst Bloch. A partir destes cruzamentos entre poéticas contemporâneas e diversos campos teóricos proponho a problematização da questão da repetição em arte, vista como modo operacional, como elemento constitutivo do objeto artístico, em seu potencial de produção do novo e, ao mesmo tempo, como forma de operar sobre os mecanismos de repetição presentes nos modos de viver e de organização sócio-cultural e política. Pode-se pensar a repetição em arte como transgressão a partir de suas articulações com as possibilidades de produzir rupturas em sistemas ideológicos que prezam a repetição do sempre mesmo, que interessa à perpetuação de uma lógica de dominação.
Abstract The topic of this research is the issue of repetition and its contemporary utilization in artistic processes, dealing with poïetics as well as with poetics. This way, based on the analysis of the artwork of Anna Maria Maiolino, Nick Rands, and Patrícia Franca, relations between contemporary artistic thought and concepts coming from psychoanalytic theory, philosophy of difference, and utopian thought are established. Approaches in other samples of artwork occur as they are important to discuss issues related to the repetition: series, multiples, representation, reproduction, and copy. This research is based mainly on the works of: Gilles Deleuze, Sigmund Freud, Jacques Lacan and Ernst Bloch. From these intersections between contemporary poetics and different theoretical fields, I propose the problematization of repetition in art, as an operational mode, as a constitutive element of the art object, in its potential of producing newness, and, at the same time, as a way to operate on the mechanisms of repetition present in the ways of living and sociocultural and political organization. Repetition, in art, can be thought of as transgression; from its articulations with the possibilities to produce ruptures in ideological systems characterized by the repetition of the always same, which interests the perpetuation of a logic of dominance.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/16931
Arquivos Descrição Formato
000692285.pdf (10.79Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.