Repositório Digital

A- A A+

O gênero na história, na assistência social e no trabalho da/o assistente social

.

O gênero na história, na assistência social e no trabalho da/o assistente social

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O gênero na história, na assistência social e no trabalho da/o assistente social
Autor Pires, Caroline de Melo
Orientador Reidel, Tatiana
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Serviço Social.
Assunto Atuação do assistente social
Gênero
Mulheres
Resumo O presente Trabalho de Conclusão de Curso versa sobre a questão de gênero com ênfase na política de assistência social brasileira e no trabalho da/o assistente social, apresentando um breve resgate histórico e conceitual sobre gênero. O estudo resulta de implicação pessoal e acadêmico-profissional com o tema, no processo de formação no curso de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, através dos debates em sala de aula, e também da vivência em Estágio Curricular Obrigatório em Serviço Social realizado no Centro de Referência de Assistência Social Ampliado Glória no período de 2015 a 2016, local onde se evidenciou a expressiva prevalência de mulheres na busca por serviços assistenciais e instigou pesquisa acerca da inserção da questão de gênero na assistência social e no trabalho da/o assistente social. Para tal, realizou-se pesquisa documental e bibliográfica nos principais documentos da Política de Assistência Social e em artigos científicos que tratam do tema, sendo consultadas uma média de 60 obras, encontradas nas plataformas Scielo, Google Acadêmico e Portal de Periódicos da CAPES. O estudo desenvolveu-se por meio do método materialista histórico-dialético e objetivou reconhecer como a questão de gênero é abordada nos documentos normativos da Política de Assistência Social brasileira, com enfoque na proteção social básica, com vistas a identificar se há ou não o debate de gênero nos mesmos e o modo como ele ocorre. Apresenta-se análise sobre a constituição sócio-histórica do gênero mulher na sociedade com o intuito de compreender as atribuições históricas das mulheres e o seu reconhecimento na sociedade brasileira. Os resultados confirmam a necessidade do debate sobre gênero nas áreas pesquisadas e demonstram a relevância desta discussão para a consolidação de uma política de assistência social realmente eficaz e coerente com a demanda de suas/seus usuárias/os. Por fim, reitera-se a importância do movimento feminista e a imprescindibilidade deste na luta por uma sociedade livre de explorações.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/171181
Arquivos Descrição Formato
001054023.pdf (716.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.