Repositório Digital

A- A A+

Mal-estar na formação de professores : olhar de egressos sobre a influência da graduação em sua prática profissional

.

Mal-estar na formação de professores : olhar de egressos sobre a influência da graduação em sua prática profissional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mal-estar na formação de professores : olhar de egressos sobre a influência da graduação em sua prática profissional
Autor Souza, Laura Augusto de
Orientador Franco, Sérgio Roberto Kieling
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Formação de professores
Professores
[en] Higer Education
[en] Teacher Education
[en] Teaching Profession
Resumo Esta dissertação de mestrado analisa o pensamento de professores egressos dos cursos de licenciatura de uma universidade pública no que toca ao seu processo de formação acadêmica e a influência exercida na prática profissional. Buscou-se identificar, com base nos aportes teóricos e metodológicos fornecidos pela Educação, Psicologia e Sociologia, como se deu o processo de formação inicial de professores, circunscrito no desejo de ser professor na contemporaneidade e no papel do professor no mundo do trabalho enfocando o caso específico de egressos de licenciaturas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Foi a aplicado um questionário a egressos dos cursos de licenciatura da UFRGS que atuam como professores em escolas públicas do Rio Grande do Sul. Partiu-se da hipótese de que as lacunas nas licenciaturas estão essencialmente relacionadas à área pedagógica dos cursos, principalmente no distanciamento entre as teorias estudadas e a realidade escolar. O referencial teórico utilizado para a análise de dados é sustentado pela obra de Sigmund Freud intitulada “O Mal-estar na Civilização” que elucida a ideia do mal-estar gerado pelo processo de civilização do indivíduo, e nas contribuições de teóricos críticos como Zygmunt Bauman e Antonio Novoa. Os dados obtidos na pesquisa revelam que não há consenso entre os licenciados sobre a influência da formação docente na prática profissional. Identificam-se convergências, como a satisfação com o curso de licenciatura e as lacunas deixadas pela graduação. A falta de horas práticas foi referida como fator significativo para o sentimento de mal-estar. No que toca ao apreço pela carreira docente, muitos dos egressos se sentem desmotivados a seguir com a profissão. Os respondentes ainda abordaram a discrepância entre o que foi aprendido e a realidade das salas de aula nas escolas públicas.
Abstract This master's thesis analyzes the thought of the teacher egressed from the undergraduate courses of a public university in what concerns to his process of academic education and the influence to their professional practice. This work tried to find, based on the theoretical and methodological contributions provided by Education, Psychology and Sociology, to identify how the process of initial teacher training was given, circumscribed in the desire to be a teacher in the contemporary world and the role of the teacher in the world of work, focusing on the specific case of graduates from UFRGS. The investigate technique applied in this research was the use of a questionary for graduates from UFRGS courses of education teachers. It was hypothesized that the gaps in the courses are essentially related to the pedagogical area of the courses, mainly in the distance between the theories studied and the school reality. The theoretical reference used for the analysis of data is supported by the work of Sigmund Freud entitled “Civilization and its Discontents” that elucidates the idea of the malaise generated by the process of civilization of the individual and in the contributions of critical theorists as Zygmunt Bauman and Antonio Novoa. The data obtained in the research reveal that there is no consensus among the interviewees about the influence of teacher training in professional practice. We identify convergences, such as satisfaction with the degree course and the gaps left by the undergraduate degree. The lack of practical hours was referred as a significant factor to the feeling of malaise. As for the worth of the teaching career, many of the graduates feel unmotivated to continue their profession. Respondents also reached the issue of the discrepancy between what was learned and the reality of classrooms in public schools.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/171254
Arquivos Descrição Formato
001054132.pdf (1.000Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.