Repositório Digital

A- A A+

Integralidade nas práticas de cuidado e de vigilância em saúde do trabalhador

.

Integralidade nas práticas de cuidado e de vigilância em saúde do trabalhador

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Integralidade nas práticas de cuidado e de vigilância em saúde do trabalhador
Autor Cesaro, Bruna Campos de
Orientador Levandovski, Rosa Maria
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva.
Assunto Cronobiologia
Integralidade em saúde
Ritmo circadiano
Saúde coletiva
Saúde do trabalhador
Saúde pública
[en] Chronobiology
[en] Circadian Rhythm
[en] Occupational Health
[en] Public Health
[en] Public Policy
Resumo Posto que a Saúde do Trabalhador tenha se consolidado como uma política pública de saúde nas últimas décadas, mas ainda em fase de estruturação de sua rede, o tensionamento de uma discussão acerca da legitimidade da integralidade nas práticas de saúde do trabalhador, momento oportuno à aproximação com a cronobiologia, à luz da saúde coletiva. Esta dissertação visa analisar a presença da integralidade nas práticas de cuidado e de vigilância na Saúde do Trabalhador e a possíveis associações com o campo de conhecimento das propriedades temporais e interseccionalidades com a saúde coletiva e saúde pública. Foi realizada uma pesquisa documental de publicações oficiais do Ministério da Saúde brasileiro referentes à Política de Saúde do Trabalhador, fichas de notificações de acidentes e de agravos relacionados ao trabalho e pesquisa bibliográfica das revisões sistemáticas existentes sobre saúde do trabalhador e cronobiologia, indexadas nas bases de dados Foram pesquisadas as bases de dados eletrônicas (de janeiro de 1975 até dezembro de 2016): MEDLINE/PubMed, Lilacs, Scielo, Cochrane Library e Handsearch via Scirius. No desenvolvimento desta pesquisa a concepção da integralidade se afirmou como conceito entrelaçador a fim de aproximar o tema da cronobiologia com as prática em Saúde do Trabalhador - e não somente da racionalidade médica da saúde ocupacional. Os principais domínios analisados, devido a repercussões da dessincronização foram: integralidade da política de Saúde do Trabalhador brasileira; legislação e jornada de trabalho; implicações neoplásicas e cardiovasculares; classe de trabalhadores; agravos da saúde mental e associações com a desregulação circadiana; alterações no sono, estado de alerta e ocorrência de acidentes. Como resultado, verificou-se que a interação dos fatores do processo de adaptação/dessincronização ao trabalho noturno/rotativo repercute na vida social, familiar e na saúde do trabalhador. Não foi encontrado consenso quanto ao tempo de exposição para aparecimento de sinais de alterações circadianas. Tanto as fichas de notificação de acidente relacionado ao trabalho quanto documentos oficiais da Política de Saúde do Trabalhador não consideram os tópicos acima relacionados. Sugere-se a inclusão do tema nas discussões da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador e nas práticas de cuidado e de vigilância à saúde do trabalhador, assim como a criação de linha de cuidado que atenda a assistência multiprofissional, acolhimento, vinculação e responsabilização da equipe pelo cuidado do usuário em todos os níveis. Esta pesquisa não busca cessar essa discussão, mas sim iniciá-la, a fim de suscitar outras pesquisas e práticas sobre o tema em prol da Saúde Coletiva. É importante ressaltar que o processo de desenvolvimento de uma política nacional de saúde do trabalhador deve considerar os preceitos da gestão do cuidado em saúde e estar pautado na autonomia do usuário.
Abstract Since Worker's Health has consolidated as a public health policy and structured its network in the last decades, the tension of a discussion about the legitimacy of integrality in the health practices of the worker and its appropriation with chronobiology and collective health It is necessary. This dissertation goals to analyze the presence of integrality in care and vigilance practices in Worker 's Health and associations with the field of knowledge of temporal properties and intersectionalities with collective and public health, by means of documentary and empirical analysis. The main areas analyzed were the integrality of the Brazilian Worker's Health policy, legislation; neoplastic and cardiovascular implications to work activity; specificities in the class of workers; mental health associations with circadian dysregulation; changes in sleep, in the alert state and occurrence of accidents. It was verified that the interaction of the factors of the adaptation / desynchronization process to the nocturnal / rotating work has repercussions on the social, family life and health of the worker. The main repercussions of circadian desynchronization on the worker's life were: alterations in sleep and alertness, work accidents, metabolic and cardiovascular alterations, socio-temporal disorders, stress, behavioral and mood changes, cardiometabolic diseases, eating disorders, neoplastic diseases, accidents of work and of route. No consensus was found regarding the time of exposure for signs of circadian changes. Both the work-related accident notification sheets and official Worker Health Policy documents do not consider the above topics. It is suggested that the topic be included in the discussions of the National Network of Integral Attention to Worker's Health and in Brazilian care and surveillance practices, as well as the creation of a care line that addresses multiprofessional assistance, reception, liaison and accountability of the team through user care at all levels. This research does not seek to stop this discussion, but to initiate it, in order to elicit other research and practices on the subject in favor of Collective Health. It is important to emphasize that the process of developing a national worker health policy must consider the precepts of health care management and be guided by the autonomy of the user. In the development of this research, the concept of integrality was affirmed as an interlacing concept in order to bring the subject of chronobiology closer to practices in Worker's Health - and not only the medical rationality of occupational health.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/171255
Arquivos Descrição Formato
001055583.pdf (2.281Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.