Repositório Digital

A- A A+

A construção de lugares na boemia

.

A construção de lugares na boemia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A construção de lugares na boemia
Autor Furquim, Kessio Guerreiro
Orientador Almeida, Maria Soares de
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Centro Histórico (Porto Alegre, RS)
Cidade Baixa (Porto Alegre, RS)
Imaginário
Lugar
[en] Bohemia
[en] Place
[en] Public Life
[en] Subjectivity
Resumo Essa pesquisa abordou a relação da boemia com a cidade, mais especificamente com trechos dos bairros Centro Histórico e Cidade Baixa em Porto Alegre. Valendo-se de um ferramental teórico-metodológico que defende que a experiência de pesquisa do urbanista se dê pelo cruzamento de diferentes saberes e, além disso, que defende também a importância da ida a campo, exploramos a relação da boemia com a cidade sob dois grandes eixos: (a) através do processo de construção de lugares e (b) enxergando a própria boemia tanto como uma forma de vida pública da noite relacionada à diversão das pessoas, quanto também como um imaginário construído. A partir de fragmentos colhidos na pesquisa de campo foram construídas narrativas a partir das quais evidenciamos como: (a) o processo de construção de lugares é intimamente ligado a experiências-vivências de sujeitos e coletividades que resultam em memórias e afetos; além disso, mostramos como em paralelo existem também processos de subjetivação e de valorização, todos eles ligados a materialidade dos espaços urbanos; (b) como o termo/imaginário/ideia de boemia se renova por um conjunto de práticas contemporâneas, misturados com sobrevivências de outros tempos e lugares em que a ideia de boemia se constituiu. Por fim, abordamos também questões ligadas ao próprio fazer dessa pesquisa, buscando compartilhar aprendizados obtidos e na defesa de um conhecimento fragmentário como um importante caminho para um urbanismo em que a sensibilidade possa entrar no jogo de análise espacial.
Abstract This research approached the relation of boemia with the city, more specifically with sections of the districts Centro Histórico and Cidade Baixa in Porto Alegre. Using a theoretical-methodological tool that advocates that the urbanist's research experience must be based on the cross-fertilization of different knowledge and, in addition, that also defends the importance of field research, we explore the relationship between bohemia and the city under two major axes: (a) through the process of building places and (b) seeing the bohemia itself as both a public form of public life at night related to the amusement of people, and also as a constructed imaginary. From the fragments collected in the field research were constructed narratives from which we show: (a) how the process of building places is intimately linked to the experiences of subjects and collectivities that result in memories and affections; In addition, we show how in parallel there are also processes of subjectivation and valorization, all linked to the materiality of urban spaces; (b) how the term / imaginary / idea of bohemia is renewed by a set of contemporary practices, mixed with survivors of other times and places in which the idea of bohemia was constituted. Finally, we also address issues related to the proper conduct of this research, seeking to share acquired learning and defending a fragmentary knowledge as an important pathway to an urbanism in which sensitivity can enter the spatial analysis game.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/171393
Arquivos Descrição Formato
001055109.pdf (3.888Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.