Repositório Digital

A- A A+

Prontuário eletrônico : ótica do profissional de saúde da atenção primária

.

Prontuário eletrônico : ótica do profissional de saúde da atenção primária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prontuário eletrônico : ótica do profissional de saúde da atenção primária
Autor Souza, Raquel dos Santos de
Orientador Silva, Clecio Homrich da
Data 2017
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde.
Assunto Atenção primária à saúde
Esteio (RS)
Pessoal de saúde
Registros eletrônicos de saúde
[en] Computerized Medical Records Systems
[en] Health Professionals and Electronic Records and Health Education
[en] Information and Communication Technologies
[en] Primary Health Care
Resumo As unidades básicas de saúde utilizam tecnologias de informação e comunicação (TIC) desde o ano de 1997, com a finalidade de potencializar a comunicação entre os serviços. A compreensão e conhecimento dos profissionais que as utilizam é fundamental para obter-se a qualidade do cuidado integral ao paciente. Esta pesquisa teve como objetivo descrever a percepção dos profissionais de saúde sobre a implementação e o uso do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Estudo transversal, com abordagem quantitativa e qualitativa breve, tendo como campo de estudo os profissionais que atuam na Atenção Primária em Saúde (APS) do município de Esteio na região Metropolitana de Porto Alegre (RS). Para a avaliação do prontuário eletrônico foi utilizado um questionário com perguntas e respostas assertivas padronizadas numa escala de concordância do tipo Likert. As análises descritivas preliminares apresentaram as variáveis contínuas em média e desvio padrão e, as categóricas, em frequência absoluta e relativa. O teste de confiabilidade de Cronbach's Alpha foi aplicado, preliminarmente, ao instrumento de avaliação do Prontuário Eletrônico. A análise fatorial foi realizada com o objetivo de identificar uma menor quantidade de variáveis que apresentem uma identidade comum. Inicialmente, para verificar a presença de correlações entre variáveis foi utilizado o teste de Bartlett de esfericidade. Após foi utilizada a Medida de Adequação da Amostra (MAS) para quantificar o grau de intercorrelações entre as variáveis e a adequação da análise. A percepção dos profissionais da APS frente a implementação do prontuário eletrônico do paciente demonstrou ter associação com as capacitações e informações recebidas e com as adequações realizadas nos prontuários. O pessoal da recepção foi a categoria profissional (p=0,001) que demonstrou ter maior necessidade de acesso a capacitações e informações sobre a implementação do prontuário assim como aqueles que atuam no município há menos de dois anos (p=0,024). Os enfermeiros demonstraram que a adequação do prontuário (p= 0,025) pode ser um fator a ser aprimorado para a implementação do PEP. Embora o prontuário eletrônico do paciente tenha qualificado a assistência, os profissionais de saúde que o utilizam ainda sentem necessidade de maior treinamento, capacitações e informações sobre esta ferramenta visando uma melhor qualidade na assistência prestada aos usuários do SUS.
Abstract Basic health units have been using information and communication technologies (ICT) since 1997, in order to enhance communication between services. The understanding and knowledge of the professionals who use them is fundamental to obtain the quality of integral care to the patient. This study aimed to describe the perception of health professionals about the implementation and use of the Electronic Patient Record (PEP). This is a cross-sectional study with a brief quantitative and qualitative approach, with professionals working in Primary Health Care (APS) in the city of Esteio in the Metropolitan Region of Porto Alegre (RS) as a field of study. For the evaluation of the electronic medical record, a questionnaire with standardized assertive questions and answers was used on a Likert-type agreement scale. The preliminary descriptive analyzes presented the continuous variables in mean and standard deviation, and the categorical variables, in absolute and relative frequency. The Cronbach's Alpha reliability test was applied, preliminarily, to the electronic Record evaluation instrument. Factor analysis was performed with the objective of identifying a smaller number of variables that present a common identity. Initially, Bartlett's sphericity test was used to verify the presence of correlations between variables. Afterwards the Sample Adequacy Measure (MAS) was used to quantify the degree of intercorrelations between the variables and the adequacy of the analysis. The perception of APS professionals regarding the implementation of the patient's electronic record showed to be associated with the training and information received and with the adjustments made in the medical records. The reception staff was the professional category (p = 0.001) who showed a greater need for access to training and information about the implementation of the medical record, as well as those who worked in the municipality for less than two years (p = 0.024). The nurses demonstrated that the adequacy of the chart (p = 0.025) may be a factor to be improved for the implementation of PEP. Although the patient's electronic medical record has qualified care, health professionals who use it still feel the need for more training, skills and information on this tool aiming at a better quality of care provided to SUS users.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/171394
Arquivos Descrição Formato
001054843.pdf (2.377Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.