Repositório Digital

A- A A+

A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul

.

A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul
Autor Gonçalves, Magali Nocchi Collares
Orientador Abreu Filho, Silvio Belmonte de
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura.
Assunto Arquitetura : Brasil
Arquitetura moderna
Resumo O presente trabalho, ora apresentado no Programa de Pesquisa e Pós- Graduação em Arquitetura - PROPAR - da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estuda o arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça e sua obra no Rio Grande do Sul, que data do fim da década de 40 até a sua morte prematura em 1956. O objeto da investigação é a sua contribuição na introdução da Arquitetura Moderna em Porto Alegre e no interior do estado, considerando seu papel pioneiro. Graduado na Faculdade Nacional de Arquitetura, no Rio de Janeiro, seu deslocamento imediato para o sul sugere a aplicação direta dos pressupostos compartilhados pela FNA na época, que correspondem ao Modernismo Carioca. No panorama arquitetônico rio-grandense ainda havia resistência a essa corrente da arquitetura, com a rejeição de projetos de autoria de Oscar Niemeyer, Jorge Moreira e Affonso Reidy em meados da década de 40. O estudo contempla a migração concomitante de Edgar Graeff, igualmente recém diplomado na FNA, com o reforço dessas ideias na região, principalmente através da docência. A tardia aceitação e assimilação da arquitetura moderna faz parte do objeto de estudo da presente tese a partir da análise dos numerosos projetos de Holanda Mendonça e seus respectivos contextos. Tais exemplares, em muitos casos, logram sua imposição ao abrir mão de aspectos fundamentais modernistas ou adaptá-los à cultura local. Também, sua intensa produção de edifícios de grande presença na cidade torna mais concreta a perspectiva de implementação da Arquitetura Moderna no sul. A amostragem arquitetônica compreendida por sua obra é inventariada segundo suas características bidimensionais, volumétricas e espaciais, como também seus elementos arquitetônicos, quantitativa e qualitativamente. Para a produção de tal amostragem, são adotados os projetos originais do arquiteto, ao invés dos exemplares tal como construídos ou conforme se apresentam hoje. A produção e análise deste material contribuem com a historiografia da obra de Holanda Mendonça no sentido de permitir, na íntegra, sua percepção e entendimento. A relevância de interpretá-la se deve ao papel significativo que teve na introdução e difusão da arquitetura moderna no Rio Grande do Sul
Abstract The current body of work, presented in the Research and Graduation Program in Architecture – PROPAR – at the Federal University of Rio Grande do Sul, studies the architect Carlos Alberto de Holanda Mendonça and his lifetime work in Rio Grande do Sul, since his arrival in the end of the 1940s until his premature death in 1956. The object of this research is his contribution on introducing the Modern Architecture in Porto Alegre and the state’s countryside, due to the pioneer role he had in such. Graduated in the National College of Architecture (FNA), in Rio de Janeiro, his immediate displacement to the south suggests the direct implementation of the principles shared in FNA at this time, which correspond to the Modernismo Carioca. In the Rio Grande do Sul province architecture context there was still resistance to that architecture, by the rejection of designs by Oscar Niemeyer, Jorge Moreira and Affonso Reidy, by the 40's decade. The study contemplates the simultaneous migration of Edgar Graeff, just graduated in FNA, reinforcing those ideas on the region, especially through teaching. The late acceptance and assimilation of modern architecture is part of this work’s object of research, by the analysis of numerous designs by Holanda Mendonça and their respective contexts. Such designs in many cases manage their implementation because they give up on a series of fundamental modernist aspects or adapting them to the local culture. Also, Holanda Mendonça’s intense production, of buildings of great presence on the city, turns the perspective of realization of the modernism in the south more concrete. The architectural sample made out of his works is inventoried under their 2-dimensional, volumetric and spatial characteristics, as well as their architectural elements, quantitatively and qualitatively. For the production of those samples, the architect’s original designs are used as reference, instead of their as built result, or the present state of the buildings. The production and analysis of such material contribute to the historiography of Holanda Mendonça’s work, in a sense of permitting its complete perception and understanding. The relevance of interpreting it is consequence of the important role it had in the introduction of the modern architecture in Rio Grande do Sul.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/171448
Arquivos Descrição Formato
001055726.pdf (162.9Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.