Repositório Digital

A- A A+

Bailarino-ator-autor : a experiência do corpo biográfico no fazer de companhias gaúchas

.

Bailarino-ator-autor : a experiência do corpo biográfico no fazer de companhias gaúchas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Bailarino-ator-autor : a experiência do corpo biográfico no fazer de companhias gaúchas
Outro título Dancer-author-actor: the experience of the biographical body
Autor Dall'Olmo, Alecsandro
Orientador Silva, Marta Isaacsson de Souza e
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Ator-dançarino
Corpo : Teatro : Dança
Dança : Porto Alegre (RS)
Performance (Teatro)
Processo de criação : Dança
[en] Creation process
[en] Dancer-actor
[en] Performance
[en] Presentification
[en] Thought-body
[en] Work on oneself
Resumo O estudo busca contribuir para a reflexão sobre a experiência do bailarinoator sobre a cena contemporânea, onde se exige a presença de um corpo concreto, mas igualmente um corpo pensamento; um corpo capaz de captar seu espaço exterior e ao mesmo tempo um corpo transparente, revelador de seu avesso. Na intersecção dança e teatro, o estudo reconhece o papel preponderante de Vaslav Nijinsky, Pina Bausch, Antonin Artaud e Jerzy Grotowski no surgimento deste novo sujeito da cena e a influência do fazer no bailarino em Porto Alegre e examina, à luz de referenciais filosóficos questões referentes ao movimento como impulsão vital, ao corpo-pensamento, a autoria e a presentificação. Nesta perspectiva, o movente imaginado por Artaud e delineado por Nijinsky encontra eco no bailarino-ator de Pina Bausch. Grotowski e a coreógrafa alemã encontramse no empenho pela libertação do corpo e na realização de procedimentos capazes de promover o mergulho profundo do artista sobre si mesmo. Assim, o bailarino aparece, em última instância, como autor de um novo corpo, obra artística que incita à recriação da organização do mundo.
Abstract This study seeks to contribute on the reflection about the dancer-actor experience on the contemporary scene, which demands the presence of a concrete body but equally a thought-body: a body able of capturing its external space and at the same time able of being a transparent body, that reveals its inside out. On the theatre-dance intersection, the study acknowledges the preponderant role of Vaslav Nijinsky, Pina Bausch, Antonin Artaud and Jerzy Grotowski in the emergence of this new scene subject and on the influence of Porto Alegre's dancer performance. Through philosophical references, the thesis looks at questions concerning movement as vital impulse, as well as the thought-body, the authorship and the presentification. In this perspective, the dancer imagined by Artaud and shaped by Nijinsky finds his/her resonance on Pina Bausch's dancer-actor. Grotowski and the German choreographer meet on the commitment for the body freedom and in the creation of procedures that promote the deep immersion of the artist on him/her self. Therefore, the dancer emerges, as last resort, as author of a new body, work of art that arouses to recreate the world organization.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17245
Arquivos Descrição Formato
000713301.pdf (836.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.