Repositório Digital

A- A A+

Estudantes de um curso pré-vestibular em Porto Alegre : experiência social e subjetivação

.

Estudantes de um curso pré-vestibular em Porto Alegre : experiência social e subjetivação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudantes de um curso pré-vestibular em Porto Alegre : experiência social e subjetivação
Autor Bassis, Ananda Rodrigues
Orientador Caregnato, Célia Elizabete
Data 2018
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Licenciatura.
Assunto Educação popular
Organização Não-Governamental para a Educação Popular (Ongep)
Subjetivação
Resumo Os cursinhos populares se organizam com base nos princípios da educação popular e, além de ministrar os conteúdos exigidos nos exames vestibulares, trabalham para a construção de indivíduos mais autônomos e críticos. Esta pesquisa estuda as experiências sociais dos estudantes do cursinho popular da Organização Não-Governamental para a Educação Popular (Ongep) e entende que os conteúdos e as atividades nas disciplinas de Sociologia e Filosofia são importantes instrumentos para reflexão e experimentações no processo de formação dos estudantes. A sociologia de François Dubet mostra que as instituições clássicas, como a família e a escola, já não cumprem os mesmos papeis na socialização do indivíduo, como ocorreu no passado. Cada ator constrói a sua identidade com base em diferentes experiências, compondo e ativando, diferentes significações e lógicas de ação de acordo com as estratégias e objetivos planejados. Este estudo investiga de que maneira ocorre a experiência dos estudantes com base nas aprendizagens proporcionadas no âmbito da Ongep e se, como são acionados em outros espaços sociais vividos pelos estudantes. Nos resultados deste estudo verificamos que o processo de subjetivação é estimulado nos estudantes da Ongep, através da forma de organização da instituição e da relação estabelecida entre os atores e com o conhecimento. É possível afirmar que a partir da experiência social proporcionada pelo cursinho Ongep, elementos da subjetivação constituíram-se e foram ativados em outros espaços sociais da vida dos estudantes, permitindo entender que se constituem como relações sociais relativamente renovadas ou modificadas
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/173695
Arquivos Descrição Formato
001061475.pdf (893.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.