Repositório Digital

A- A A+

Análise das cartas de Heloísa de Argenteuil na correspondência com Abelardo : amor e violência no século XII

.

Análise das cartas de Heloísa de Argenteuil na correspondência com Abelardo : amor e violência no século XII

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise das cartas de Heloísa de Argenteuil na correspondência com Abelardo : amor e violência no século XII
Autor Neves, Gabrielle Marques
Orientador Teixeira, Igor Salomão
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Abelardo, Pedro, 1079-1142
Argenteuil, Heloísa de, 1100 – 1163
Correspondência
Relações de gênero e História
[en] Correspondence
[en] Gender Relationships
Resumo Este trabalho busca analisar a correspondência de Heloísa de Argenteuil (1100 – 1163) e Pedro Abelardo (1079 – 1142). O problema de pesquisa proposto consiste em analisar a seguinte questão: é possível encontrar características de um relacionamento romântico apartir das cartas trocadas entre essas duas personagens? A documentação é composta pela Historia Calamitatum, e duas cartas escritas por Abelardo e outras duas cartas escritas por Heloísa. Por meio da leitura desses textos e da análise bibliográfica com a proposta teórico-metodológica de gênero concluímos que o relacionamento do casal não se constitui como um caso de amor.Esta análise, portanto, caminha em uma direção diferente da que é comumente encontrada na historiografia sobre o tema.
Abstract This paper seeks to analyse the correspondence of Heloise of Argenteuil (1100-1163) and Peter Abelard (1079-1142). The proposed research problem consists in analyzing the following question: is it possible to find characteristics of a romantic relationship in the letters exchanged between these two characters? The documentation is composed by the Historia Calamitatum with two letters wrote by Abelard and another two that were written by Heloise. From the reading of these texts and the bibliographical analysis combined with the theoretical-methodological proposal of gender we conclude, that the couple’s relationship does not constitute as a love affair. This analysis, therefore, walks in a different direction than is commonly founded in the historiography on the subject.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/173697
Arquivos Descrição Formato
001060817.pdf (831.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.