Repositório Digital

A- A A+

A categoria de "Homem Novo" aplicada pela Frente de Libertação de Moçambique : suas expressões nos testemunhos de ex-combatentes da FRELIMO

.

A categoria de "Homem Novo" aplicada pela Frente de Libertação de Moçambique : suas expressões nos testemunhos de ex-combatentes da FRELIMO

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A categoria de "Homem Novo" aplicada pela Frente de Libertação de Moçambique : suas expressões nos testemunhos de ex-combatentes da FRELIMO
Autor Palermo, Guilherme Lauterbach
Orientador Macedo, José Rivair
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Estado-Nação
Frente de Libertação de Moçambique
Historia de Moçambique
[en] Biography Oral Testimony
[en] Moçambicanidade
[en] New Man
[en] State-nation
[en] Unity nation
Resumo Neste trabalho proponho olharmos as relações entre os testemunhos de ex-combatentes da FRELIMO e o projeto de “Homem Novo” gestado nos campos de treinamento da FRELIMO, especificamente a base de treinamento de Nachingwea, localizada na parte sul no território da Tanzânia, país vizinho ao Norte de Moçambique. O “Homem Novo” é desenvolvido através da luta pela independência, com a perspectiva de que o movimento FRELIMO é um dos principais interlocutores do processo, e dos meios empregados para a superação do passado colonial. No primeiro momento faço um panorama dos elementos do colonialismo português (estatuto indigenista, sistema de educação, e o processo de assimilação) observando a dificuldade em formar a união em Moçambique devido a estes impactos do sistema educacional e indigenista do período colonial. Em seguida, discuto o conceito de Estado-nação, em busca de compreender porque se questionam a possibilidade de existência da Nação em Moçambique. Para, baseado nessa análise, procurar as origens da categoria de “Homem-novo” e como este projeto tratava de estabelecer uma identidade Moçambicana enquanto criava os marcos fundadores das narrativas sobre o processo de independência. Por fim, abarco uma análise de cinco testemunhos de ex-combatentes da FRELIMO para observar o processo de interação destas pessoas com o projeto de “Homem Novo”.
Abstract In this work, the author analyses the connections between FRELIMO's ex-combatants' biography testimony and the "Homem Novo" project created at FRELIMO's training camps, particularly at the training base in Nachingwea, placed in south of Tanzania, country that's located in the northern border of Mozambique. The "New Man" project is developed throughout Mozambique's process of independence, within the perspective that FRELIMO's movement is one of the most important interlocutors to the process and one of the ways used to overcome the colonialist background. At first the article provides an overview of the elements of Portuguese colonialism (indigenist statute, education systems and assimilation), describing the difficulties of unification of Mozambique nation due to their impact. Next, the concept of State-nation is discussed, aiming to understand the questions about the possibility of existence of a Mozambique's nation. With this review, the author looks at the origins of the "New Man" category and how this project tried to establish a Mozambican identity while creating the founding milestones of the independence process narrative. Finally, five biography testimonies of FRELIMO ex-combatants are analyzed, with a focus on the interaction process of each one with the "New Man" Project.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/173808
Arquivos Descrição Formato
001061546.pdf (1.145Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.