Repositório Digital

A- A A+

“Nem Videla, nem Figueiredo!” : a batalha da Praça Argentina e a resistência estudantil na UFRGS através dos documentos do SNI

.

“Nem Videla, nem Figueiredo!” : a batalha da Praça Argentina e a resistência estudantil na UFRGS através dos documentos do SNI

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título “Nem Videla, nem Figueiredo!” : a batalha da Praça Argentina e a resistência estudantil na UFRGS através dos documentos do SNI
Autor Fernandes, Letícia Wickert
Orientador Padrós, Enrique Serra
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Ditadura militar, seculo xx (1960-1980) : Argentina
Documento histórico
Mobilização popular
Movimento estudantil
Porto Alegre (RS)
[en] Argentine Square Battle
[en] National Security Dictatorships
[en] Repressive documents
[en] Student movement
[en] Videla’s visit to Brazil
Resumo O presente texto tem por objetivo analisar os acontecimentos que circundaram a visita do ditador argentino Jorge Rafael Videla ao Brasil, em agosto de 1980, buscando examinar a resistência do movimento estudantil e atuação dos órgãos de inteligência no episódio que ficou conhecido, em Porto Alegre, como “a batalha da Praça Argentina”. Visto Videla representar o chefe de um Estado internacionalmente reconhecido por sua política ditatorial de violação de direitos humanos, sua visita ao Brasil foi interpretada por diversos grupos de políticos e de militantes de movimentos sociais como uma ameaça ao processo de redemocratização pelo qual passava a política brasileira, então encabeçada no Executivo pelo ditador general João Baptista Figueiredo. Em um episódio singular de resistência do movimento estudantil, Porto Alegre tornou-se palco de oposição às ditaduras de Segurança Nacional da América Latina, bem como de solidariedade democrática para com os demais países que também haviam sofrido golpes de Estado. Analisando documentos produzidos pelo Serviço Nacional de Informações (SNI), procurou-se examinar a atuação dos órgãos de inteligência no meio estudantil gaúcho sob a Doutrina de Segurança Nacional, evidenciando o papel da luta dos estudantes da UFRGS contra as ditaduras do Cone Sul e em defesa do retorno das liberdades democráticas.
Abstract This text aims to analyze the events that surrounded the visit of the argentine dictator Jorge Rafael Videla to Brazil, in August 1980, examining the resistance of the student movement and the operation of the intelligence agencies in the episode that became known as the “Argentine Square Battle” in Porto Alegre. Seeing that Videla represented the president of a State internationally recognized for its dictatorial policy of human rights violations, his visit to Brazil was interpreted by several groups of politicians and social movement activists as a threat to the process of Brazilian redemocratization, headed by the government of the dictator general João Baptista Figueiredo. In a singular episode of resistance of the student movement, Porto Alegre became the stage of opposition to the National Security Dictatorships of Latin America, as well as of democratic solidarity with the other countries that also were afflicted by coups d’etat. Analyzing documents produced by the National Information Service (SNI), it was sought to examine the operation of the intelligence agencies among the students under the National Security Doctrine, highlighting the role of the UFRGS students’ struggle against the Southern Cone dictatorships and in defense of the return of democratic freedoms.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/173844
Arquivos Descrição Formato
001061759.pdf (1.458Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.