Repositório Digital

A- A A+

Avaliação longitudinal do selamento de dentina cariada em lesões profundas de cárie

.

Avaliação longitudinal do selamento de dentina cariada em lesões profundas de cárie

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação longitudinal do selamento de dentina cariada em lesões profundas de cárie
Autor Alves, Luana Severo
Orientador Maltz, Marisa
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentina
Radiografia dentaria
[en] Dentine caries
[en] Digital subtraction radiography
[en] Partial caries removal
[en] Restoration longevity
[en] Survival analysis
Resumo Este estudo avaliou clínica e radiograficamente dentes com lesões profundas de cárie submetidos ao selamento de dentina cariada por 10 anos. Trinta e dois dentes permanentes foram submetidos à remoção parcial de dentina cariada da parede pulpar da cavidade, remoção completa da dentina cariada das paredes laterais (critério de dureza clínica), forramento com cimento à base de hidróxido de cálcio, selamento provisório por 6-7 meses, reabertura da cavidade (finalidades metodológicas: avaliação clínica da dentina e coleta de uma amostra para análise microbiológica) e restauração. Os pacientes foram avaliados clínica e radiograficamente na consulta inicial, após 6-7 meses, 1 ano e meio, 3, 5 e 10 anos. Análises radiográficas qualitativas (deposição de dentina terciária e profundidade da lesão cariosa) e quantitativas (alterações na densidade radiográfica da zona radiolúcida abaixo da restauração através da subtração radiográfica digital) foram realizadas comparando-se as radiografias bitewings de 6-7 meses, 3 e 10 anos com a radiografia inicial. Dos 32 dentes, um sofreu exposição pulpar durante a remoção do material provisório e foi excluído da amostra. Ao final de 10 anos, um paciente teve sua restauração substituída e quatro desistiram de participar da pesquisa. Dos 26 dentes restantes, 16 apresentaram sucesso da terapia (vitalidade pulpar) e 10 apresentaram insucesso da terapia (5 necroses e 5 fraturas). As taxas de sucesso após 1 ano e meio, 3, 5 e 10 anos foram 97%, 90%, 82% e 63% respectivamente. Dos 16 dentes vitais, 13 foram incluídos nas análises radiográficas. Na maioria dos casos, a profundidade da lesão cariosa reduziu ou permaneceu inalterada (12/13) e foi observada a deposição de dentina terciária (10/13). Não houve alteração na densidade radiográfica da zona radiolúcida nos exames de 6-7 meses e 3 anos, porém observou-se seu aumento significativo na reavaliação de 10 anos. O selamento de dentina cariada mostrou-se uma terapia efetiva para o tratamento de lesões profundas de cárie, sendo capaz de paralisar o processo carioso, promover reações dentino-pulpares e induzir ganho mineral na dentina cariada.
Abstract This study assessed clinically and radiographically teeth with deep caries lesions submitted to the sealing of carious dentine over a 10-year period. Thirty-two permanent teeth were submitted to partial caries removal from the pulpal cavity wall, complete removal of carious dentine from the surrounding walls (clinical hardness criteria), capping with a calcium hydroxide cement, temporary sealing for 6-7 months, cavity reopening (methodological purposes: clinical assessment of dentine and collection of a sample for microbiological analysis) and filling. Patients were clinically and radiographically assessed at the initial session and after 1.5; 3; 5 and 10 years. Radiographic assessments were performed comparing bitewing radiographs taken after 6-7 months, 3 and 10 years to the baseline one, both qualitatively (tertiary dentine deposition and lesion depth) and quantitatively (radiographic density changes in the radiolucent zone beneath the restoration using digital subtraction radiography). One tooth had its pulp exposed during temporary sealing removal and was excluded from the sample. Over 10 years, one tooth had its restoration replaced and four quitted the trial. Of the remaining 26 teeth, 16 had therapy success (tooth vitality) and 10 had therapy failure (5 necroses and 5 fractures). Therapy success rates were 97%, 90%, 82% and 63% at 1.5-year, 3-year, 5-year and 10-year follow-ups, respectively. Of the 16 vital teeth, 13 were included in the radiographic analysis. In most cases, lesion depth remained unchanged or decreased (12/13) and tertiary dentine formation was observed (10/13) at the 10-year follow-up. There were no radiographic density changes at 6-7 months and 3-year follow-ups; however, it was observed its increase at the 10-year assessment. Partial carious dentine removal is an effective therapy for deep caries lesions on a long-term basis, being able to arrest carious process, promote pulp-dentin reactions and induce mineral gain in the carious dentine.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17413
Arquivos Descrição Formato
000716184.pdf (3.227Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.