Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de duas técnicas restauradoras de mínima intervenção em lesões cariosas profundas de molares decíduos

.

Avaliação de duas técnicas restauradoras de mínima intervenção em lesões cariosas profundas de molares decíduos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de duas técnicas restauradoras de mínima intervenção em lesões cariosas profundas de molares decíduos
Autor Luz, Patricia Blaya
Orientador Slavutzky, Sonia Maria Blauth de
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentes : Deciduos
Dentina
Materiais odontologicos : Restauracoes
Restaurações atraumáticas
Resumo Objetivos: Os objetivos desta Dissertação foram avaliar o sucesso de duas terapias de mínima intervenção (Tratamento Restaurador Atraumático - ART e Capeamento Pulpar Indireto - CPI) no tratamento de lesões cariosas oclusoproximais, ativas em dentina de molares decíduos; avaliar o desempenho clínico das restaurações e a sua relação com a atividade de cárie do paciente. Métodos: Trinta e duas crianças de 4 a 7 anos participaram do estudo, sendo aleatoriamente alocadas em um dos grupos experimentais: CPI - anestesia local, isolamento absoluto, remoção de tecido cariado com instrumentos rotatórios e restauração com resina composta; ART - sem anestesia, isolamento relativo, remoção de tecido cariado com instrumentos manuais e restauração com cimento de ionômero de vidro. Em ambos grupos foi removido apenas o tecido cariado irreversivelmente desmineralizado. O sucesso das terapias de mínima intervenção foi avaliado clinica e radiograficamente após 6 meses. Aos 3 e 6 meses, a performance das restaurações foi avaliada, segundo critérios do USPHS, inter e intra-grupo, nos quais, todo o dente que apresentou pelo menos um escore C para qualquer um dos parâmetros avaliados foi considerado como fracasso da restauração. Coloração e consistência foram os parâmetros utilizados para avaliação da atividade de cárie do paciente. Resultados: Após 6 meses, o ART mostrou significativamente pior desempenho clínico do que o CPI, considerando todas as variáveis estudadas: integridade marginal (p=0.04), forma anatômica (p= 0.01), rugosidade superficial (p=0.01) e perda do material (p= 0.04). Quando utilizados escores do USPHS dicotomizados em falha (escore C) e sucesso (escore A e B), a taxa de sucesso do ART (37,5%) foi significativamente menor (p=0.03) do que a do CPI (75%). Os dois tratamentos apresentaram 100% de sucesso em termos de manutenção da saúde pulpar, clínica e radiograficamente. No grupo do CPI, as restaurações em pacientes com atividade de cárie apresentaram pior desempenho clínico do que as restaurações de paciente sem atividade de cárie (p=0.04). Conclusão: As duas técnicas foram efetivas na manutenção da saúde pulpar. Nas condições desse estudo, o CPI foi superior ao ART no tratamento restaurador de lesões ocluso-proximais de molares decíduos.
Abstract Objectives: The aims of the investigation were to test the difference in clinical and radiographic success of two minimally invasive procedures (Atraumatic Restorative Treatment-ART and Indirect Pulp Treatment- IPT); the difference regarding clinical performance of the two treatments and its relation with child caries activity. Methods: Thirty two 4-7-year-old children with at least one active deep class II caries lesion on a primary molar were randomly assigned to one of the treatment group: ART Group - only hand instruments, no anesthesia and glass ionomer cement; IPT Group - local anesthesia, rubber dam, rotary instruments and composite resin. In both groups, only the demineralized carious tissue and unsupported enamel were removed. USPHS criteria were used to assess restoration performance. Color and consistence were used to assess caries activity. Results: After 6 months, ART showed significantly worse clinical performance than IPT considering marginal integrity (p=0.04), anatomical form (p=0.01), surface texture (p=0.01) and loss of material (p= 0.04). When USPHS scores were dichotomized into failure (C score) and success (A+B scores) the success rate of ART restorations was significantly worse (p=0.03) than the success rate for IPT restorations (37.5% and 75%, respectively). However, both treatments had 100% success in terms of preservation of pulp tissue, clinically and radiographically. The presence of caries activity in children resulted in lower success rate for the CPI restorations (p=0.04). Conclusions: ART with conventional GIC resulted in restorations of limited longevity. In the conditions of the present clinical trial, IPT was superior to ART in restoring class II caries lesions and may represent an alternative for treating such lesions using minimally invasive approach.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17428
Arquivos Descrição Formato
000716283.pdf (250.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.