Repositório Digital

A- A A+

O turismo e a diplomacia : na Espanha e no Brasil

.

O turismo e a diplomacia : na Espanha e no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O turismo e a diplomacia : na Espanha e no Brasil
Autor Lumertz, Juliane Santos
Orientador Soares, Maria Susana Arrosa
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais.
Assunto Brasil
Diplomacia
Diplomacia cultural
Diplomacia pública
Espanha
Globalização
Relações internacionais
Turismo
[en] Diplomacy
[en] International relations
[en] Soft power
[en] Spain
[en] Tourism
[es] Poder blando
[es] Relaciones internacionales
Resumo A globalização modificou o mundo, aproximando as nações. O turismo também foi influenciado pelo processo de globalização, transformando-se, evoluindo e tornando-se acessível a um maior número de pessoas. Com as mudanças ocorridas, principalmente nos meios de transporte e de comunicação, as notícias, as realidades e os problemas nacionais, cada vez mais, difundem-se pelos continentes, já que tais dados tornaram-se acessíveis à grande parte da população. Devido à profusão de informações e visando a estimular a aproximação dos povos, algumas nações preocupam-se com suas imagens país no exterior. Assim, esses países desenvolvem ações para aumentar a comunicação entre eles, seduzir as sociedades, atrair turistas, empresas e investimentos e estreitar as relações de confiança e de cooperação com outros Estados. Essa estratégia, lançada pela diplomacia pública e, sobretudo, defendida pela nova diplomacia pública, valoriza a opinião pública internacional - diferentemente da diplomacia tradicional - dada a relevância por ela alcançada em meio às relações internacionais contemporâneas. Nesse campo, na atualidade, novos atores adquiriram importância internacional, além dos Estados - e, portanto, merecem atenção especial das diplomacias nacionais. Formatos diplomáticos diferenciados (de diplomacia cultural, de diplomacia pública e de nova diplomacia pública) são empregados na promoção do diálogo com os diversos atores internacionais. O turismo pode ser um importante instrumento de diplomacia, contribuindo para o aumento do conhecimento entre os povos e para o aprofundamento dos relacionamentos entre as nações. Desta maneira, o turismo, além de ser uma atividade econômica em expansão, deve desempenhar um papel relevante na política externa dos países. Os dois casos estudados - Espanha e Brasil - são exemplos dessas duas formas de considerar o turismo: como instrumento diplomático, fonte de captação de divisas e de desenvolvimento econômico e meio de divulgação da realidade do país no exterior (no caso da Espanha) ou, somente, como atividade comercial (no caso do Brasil).
Abstract Globalization has changed the world, bringing nations closer to each other. Tourism has also been influenced by the globalization process, modifying itself, evolving and becoming available to a higher number of people. Through these modifications, especially in terms of means of transportation and communication, news, realities and national problems have spread more among the continents, since such data have become accessible to a great part of the population. Due to the profusion of information and aiming to stimulate the proximity of peoples, some nations worry about their national brandings abroad. Thus, these countries develop actions to increase communication among them, to seduce societies, to attract tourists, companies and investments and to reinforce their confidence and cooperation relationships with other States. This strategy, launched by the public diplomacy and, above all, defended by the new public diplomacy, prizes the international public opinion - differently from the traditional diplomacy - owing to the relevance it has reached in the contemporary international relations area. Within this field, nowadays, new actors have acquired international importance, besides the States - and, therefore, they deserve a special attention from the national diplomacies. Different diplomatic forms (of cultural diplomacy, public diplomacy and new public diplomacy) are used in order to establish the dialogue with these various international actors. Tourism can be an important instrument of diplomacy, contributing to the increase of the knowledge among peoples and to deepen the relationships among nations. So, in this sense, tourism, besides being an economic activity in expansion, must perform a relevant role in the external politics of the countries. Both studied cases - Spain and Brazil - are examples of these two forms of considering tourism: as a diplomatic instrument, source of fund-raising possibilities and economic development as well as a way of spreading the reality of the country abroad (as in Spain), or merely as a comercial activity (as it happens in Brazil).
Resumen La globalización ha modificado el mundo, aproximando las naciones. El turismo también ha sufrido influencia del proceso de globalización, transformándose, evolucionando y tornándolo accesible a un mayor número de personas. Con los cambios ocurridos, principalmente, en los medios de transporte y comunicaciones, las noticias, las realidades y los problemas nacionales, cada vez más, se propagan por los continentes, ya que tales datos se han hecho accesibles a gran parte de las poblaciones. Debido a la profusión de informaciones y para estimular la aproximación de los países, algunas naciones se preocupan con sus imágenes país en el exterior. Así, esos países desarrollan acciones para aumentar las comunicaciones entre ellos, seducir las sociedades, atraer turistas, empresas e inversiones y estrechar las relaciones de confianza y de cooperación con otros Estados. Esa estrategia lanzada por la diplomacia pública y, sobretodo, defendida por la nueva diplomacia pública valora la opinión pública extranjera - diferentemente de la diplomacia tradicional -, a través de su relevancia alcanzada en las relaciones internacionales contemporáneas. En ese campo, en la actualidad, nuevos actores han adquirido importancia internacional, además de los Estados - y, por consiguiente, merecen atención especial de las diplomacias nacionales. Configuraciones diplomáticas diferenciadas (de diplomacia cultural, de diplomacia pública y de nueva diplomacia pública) son empleadas en la promoción del diálogo con los diversos actores internacionales. El turismo puede ser un importante instrumento de diplomacia, contribuyendo al incremento del conocimiento entre los pueblos y para la profundización de las relaciones entre las naciones. De esta manera, el turismo, además de ser una actividad económica en expansión, debe desempeñar un papel relevante en la política externa de los países. Los dos casos estudiados - España y Brasil - son ejemplos de esas dos formas de considerar el turismo: como instrumento de diplomacia, fuente de captación de divisas y de desarrollo económico, así como medio de divulgación de la realidad del país en el exterior (en el caso de España) o, solamente, como actividad comercial (en el caso de Brasil).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17533
Arquivos Descrição Formato
000717860.pdf (12.08Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.