Repositório Digital

A- A A+

As possibilidades do contrato pedagógico em sala de aula : estudo em uma escola da periferia de Porto Alegre

.

As possibilidades do contrato pedagógico em sala de aula : estudo em uma escola da periferia de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As possibilidades do contrato pedagógico em sala de aula : estudo em uma escola da periferia de Porto Alegre
Autor Garcia, Claudia
Orientador Moll, Jaqueline
Data 2005
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Contrato social
Ensino por ciclos
Periferia urbana
Relação professor-aluno
Sala de aula
[en] Classroom
[en] Pedagogical contract
[en] Relation with knowledge
[en] School
Resumo O presente estudo tem por objetivo discutir as possibilidades das relações contratuais entre professores e alunos da periferia urbana, a partir do diálogo entre as experiências da autora e de uma investigação de caráter etnográfico realizada em uma escola municipal de Porto Alegre, a escola Restinga. A temática deste trabalho se direciona para o contrato pedagógico, entendido como pacto entre professores e alunos visando à "mobilização para o saber", conceito do pesquisador Bernard Charlot (2000). Através de diferentes dimensões do convívio institucional em sala de aula e na escola, funda-se o estabelecimento de regras, expectativas, permissões e sanções que envolvem não só as normas disciplinares, como também, as práticas pedagógicas. A relação com o saber dos alunos foi considerada abordando alguns aspectos de sua experiência extra-escolar, como a vida no bairro e sua opinião sobre a escola. Na análise das interações em sala de aula e de documentos da escola, foi identificado que as práticas que envolvem a negociação sem a deserção da autoridade do professor, que mantém a racionalidade na construção das regras, a reciprocidade nas sanções e a significação sobre os saberes, mostram-se mais facilitadoras do contrato pedagógico.
Abstract The present study aims to discurs the possibilities on the contractual relations among teachers and students from the suburbs, coming from the dialog between the experiences of the author and an investigation of the ethnographic characteristic made in a municipal school in Porto Alegre, the Restinga school. The theme of this work is directed to the pedagogical contract understood as a pact among teachers and students, viewing the "mobilization to knowledge", concept of the researcher Bernard Charlot. Through the different dimensions of the institucional experience in class and at school, the establishment of the rules is founded expectations, permissions and sanctions that envolve not only the disciplinary norms, but also the pedagogical practices. The relation with the knowledge of the students was considered approaching some aspects of their experience extra scholar, such as the life in the neighborhood and their opinion about school. In the analisis of the interaction in class and school documents, it was identified that the practices that envolve the negotiation without the desertion of the authority of the teacher, that mantains the racionality in the construction of the rules, the reciprocity in the sanctions and signification about the knowledges, seem to be more facilitators of the pedagogical contract.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17716
Arquivos Descrição Formato
000723729.pdf (5.706Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.