Repositório Digital

A- A A+

Processos intersubjetivos na composição musical de crianças : um estudo sobre a aprendizagem criativa

.

Processos intersubjetivos na composição musical de crianças : um estudo sobre a aprendizagem criativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Processos intersubjetivos na composição musical de crianças : um estudo sobre a aprendizagem criativa
Outro título Intersubjective processes in children's music composition: a study about creative learning
Autor Beineke, Viviane
Orientador Hentschke, Liane
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Composição musical : Criança
Educacao musical : Criancas
Música : Crianças
Música : Ensino
Música : Estudo
[en] Children musical composition
[en] Creative learning
[en] Intersubjective learning processes
[en] Music education in the primary school
Resumo A presente pesquisa está situada no campo das pesquisas sobre a aprendizagem criativa, conceito emergente nas áreas de Educação e de Educação Musical que focaliza o desenvolvimento da criatividade de crianças e jovens em situação de aprendizagem. O objetivo da pesquisa foi investigar como as dimensões da aprendizagem criativa se articulam em atividades de composição musical no contexto do ensino de música na Educação Básica. O referencial teórico foi elaborado com base em dois eixos: as perspectivas das crianças e do professor sobre a aprendizagem criativa. O primeiro eixo, construído segundo o modelo sistêmico de Csikszentmihalyi, revisto através de pesquisas e questionamentos da área de educação musical sobre as práticas e as concepções musicais das crianças, focaliza três dimensões da criatividade: o domínio - ideias de música das crianças; o campo - a comunidade em sala de aula e o indivíduo - contribuições individuais e coletivas. O segundo eixo - perspectiva do professor na aprendizagem criativa - enfoca o papel do professor na construção das relações sociais em aula e as dimensões que caracterizam o ensino criativo: as relações sociais em sala de aula, o engajamento dos interesses dos alunos e a valorização das suas contribuições em atividades de composição musical. O método consistiu em um estudo de caso realizado em aulas de música de uma turma da 2ª série do ensino fundamental. A coleta de dados incluiu: (1) observação e registro em vídeo de dois conjuntos de atividades de composição musical na turma participante, (2) grupos focais com os alunos e (3) entrevistas semiestruturadas e entrevistas de reflexão com vídeo com a professora de música da turma. Os resultados revelam que as dimensões da aprendizagem criativa se articulam nas atividades de composição em grupo, apresentação e crítica musical das produções dos alunos, em um ciclo que aciona processos de estabilização e desestabilização de ideias de música construídas intersubjetivamente em sala de aula. Participando das aulas como compositores, intérpretes e audiência crítica, as crianças constroem sua identidade no grupo e tornam-se agentes da própria aprendizagem, construindo coletivamente o conhecimento que sustenta as suas ideias de música, constantemente revistas, atualizadas e ampliadas pelas suas experiências musicais e reflexivas. Ao professor, cabe proporcionar condições para que se crie esse ambiente de relações sociais positivas, de comprometimento com os processos de aprendizagem do grupo, de colaboração mútua, de engajamento de interesses e de valorização das contribuições das crianças em aula. Ao longo do tempo, essas formas de participação social configuram a constituição de uma comunidade de prática musical engajada e comprometida no processo de negociação e significação dessas práticas, compartilhando maneiras de fazer e pensar música que sustentam a aprendizagem criativa.
Abstract The following research it is based on studies about creative learning, an emergent concept in the Education and Music Education areas, which focuses on the development of creativity on children during learning situation. The aim of the research was to investigate how the creative learning dimension articulates itself on musical composition activities in the primary musical education teaching context. The theoretical framework was build to encompass the children and teacher's perspectives on creative learning. The first one was built on Csikszentmihalyi's systems view of creativity, and reviewed through some researches about practices and children musical concepts focusing on three creative dimensions: the domain - children music ideas; the field - the school's community and the individual - collective and individual background. The second point of view about teacher's perspectives on creative learning focused the teacher's role in the social relationships in class and the dimensions that characterize the creative teaching: the relationships in the classroom, the students' commitment interests and the value of their contribution on musical composition activities. The method consisted on a case study carried out in a 2nd grade primary musical class. The data collection involved: (1) observation and video recording of two blocks of activities during musical composition in the participant class, (2) focused groups with students and (3) semi-structured and reflection interviews using video recordings with the participant class teacher. The results show that the dimensions of creative learning articulate themselves in the composition activities in group, musical presentation and critic on students' productions; in a cycle that starts the stabilization and investigates how the creative learning dimension articulates itself on musical composition activities in the primary musical education teaching context and stabilization of music ideas intersubjectively built in the classroom. Participating in the classes as composers, performers, and critical audience, the children build their identity in the group and become agent of their own learning, building the knowledge collectively that sustains their music ideas, which are revised and enlarged constantly by their musical reflective experiences. It is up to teacher to create the conditions to build an environment of social positive relations of groups learning processes, the commitment in mutual collaboration, interest and valuing the children contributions in class. As time goes on, these social participation ways represent the constitution of a committed community of musical practice and in the negotiation and meaning process of this practice, sharing ways to do and think music that sustains creative learning.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/17775
Arquivos Descrição Formato
000724941.pdf (154.7Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.