Repositório Digital

A- A A+

Análise palinológica de um testemunho holocênico em Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Análise palinológica de um testemunho holocênico em Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise palinológica de um testemunho holocênico em Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Macedo, Renato Backes
Orientador Souza, Paulo Alves de
Co-orientador Bauermann, Soraia Girardi
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Paleoclimatologia
Paleoecologia
Palinologia
Santo Antônio da Patrulha (RS)
[en] Holocene
[en] Paleoclimatology
[en] Paleoecology
[en] Palynology
[en] Rio Grande do Sul state
Resumo Estudos palinológicos em depósitos do Quaternário têm contribuído significativamente para elucidar as mudanças dos ecossistemas naturais, sobretudo, a cerca da história das comunidades vegetacionais, das dinâmicas migratórias das plantas, dos paleoambientes, dos paleoclimas e dos impactos provocados pela influência do Homem. Este trabalho apresenta interpretações sobre a sucessão vegetacional da Floresta Atlântica e da Floresta Estacional Semidecidual, bem como sobre os paleoambientes e os paleoclimas relacionados, através de análises palinológicas qualitativas e quantitativas obtidas a partir de um testemunho de sondagem coletado no município de Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Brasil. A seção sedimentar, com 115 cm de profundidade, é predominantemente constituída por lama orgânica, da qual 35 subamostras foram extraídas e submetidas para análises palinológicas. Palinofloras diversificadas, abundantes e bem preservadas foram identificadas, incluindo 98 táxons de palinomorfos, referentes a: esporos de fungos (18 espécies), Algas (4), Incertae sedis (1), esporos de Briófitos (3) e Pteridófitos (10), grãos de pólen de Gimnospermas (4) e Angiospermas (55), além de fragmentos de animais (3). Estes táxons foram quantificados e tratados estatisticamente, resultando em diagramas palinológicos de porcentagem e concentração. Através das principais mudanças ocorridas nos conjuntos polínicos foi possível estabelecer cinco fases distintas (SAP-I a SAP-V), as quais refletem diferentes condições paleoecológicas e paleoambientais. Estas mudanças vegetacionais foram interpretadas a partir de análises multivariadas. Três datações radiocarbônicas foram obtidas para o melhor controle geocronológico, sendo a base datada em 4730 ± 50 anos AP (5461 ± 98, idade calibrada). A predominância da vegetação campestre na fase SAP-I sugeriu condições climáticas quentes e secas. Um gradual aumento nas condições de umidade foi observado no início da fase SAP-III, quando a vegetação conformou um mosaico de Campos e Florestas. Além disso, a presença de certos táxons florestais, a partir da fase SAP-IV, é interpretada como influência da Floresta Estacional Semidecidual na região. A partir da fase SAP-V, a vegetação tornou-se similar à moderna, especialmente, após os últimos 2000 anos AP.
Abstract Palynological studies of Quaternary deposits have contributed significantly to elucidate the changes of natural ecosystems, especially, concerning the vegetational community history, dynamics of plant migration, paleoenvironments, paleoclimates and impacts caused by Human influence. This work presents interpretations on the vegetational succession of the Atlantic rainforest and seasonal Semideciduous forest, as well as on the paleoenvironment and paleoclimate related, through qualitative and quantitative pollen analysis obtained from a core collected in the Santo Antônio da Patrulha municipallity, Rio Grande do Sul State, southmost Brazil. The sedimentary section, with 115 cm of depth, is constituted predominantly by organic clay, of which 35 samples were retrieved and submitted to palynological analysis. Abundant, diversified and well preserved palynoflores were recognized, including 98 taxa of palynomorphs, concerning to Fungi spores (18 species), Algae (4), Incertae sedis (1), Bryophyte (3) and Pteridophyte spores (10), Gymnosperms (4) and Angiosperm (55) pollen grains, as well as animal remains (3). These taxa were quantified and treated statistically, resulting in pollen diagrams of percentage and concentration. Taking into account main changes verified in the palynological assemblages along the core, five different phases were recognized (SAP-I to SAP-V), which reflect distinct paleoecological and paleoenvironmental conditions. These changes on the vegetation were interpreted from multivariate analysis. Three radiocarbonic datings were obtained for the geochronological control, with the basal level aged as 4730 ± 50 yrs BP (5461 ± 98, age calibred). The predominance of grassland in the phase SAP-I suggests hot and dry climatic conditions. A gradual increasing in the humidity conditions was observed from the beginning of the phase SAP-III, when vegetation conformed a mosaic of grasslands and the forests. Furthermore, the presence of certain forest taxa from the phase SAP-IV is interpreted as due the influence of the seasonal Semideciduous forest in the region. From the phase SAP-V, vegetation became similar to the modern one, especially from the last 2000 years BP.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17893
Arquivos Descrição Formato
000725777.pdf (4.043Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.