Repositório Digital

A- A A+

Análise do risco e retorno do índice de sustentabilidade empresarial na Bolsa de Valores de São Paulo sob a perspectiva do índice de Sharpe

.

Análise do risco e retorno do índice de sustentabilidade empresarial na Bolsa de Valores de São Paulo sob a perspectiva do índice de Sharpe

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise do risco e retorno do índice de sustentabilidade empresarial na Bolsa de Valores de São Paulo sob a perspectiva do índice de Sharpe
Autor Oliveira, Márcio Fogliatto de
Orientador Kloeckner, Gilberto de Oliveira
Data 2008
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração: Área Finanças.
Assunto Análise de risco
Bolsa de valores
Finanças
Fundos de investimentos
Sustentabilidade : Estratégias de negócios
Resumo A popularização das práticas sustentáveis fez crescer a oferta de investimentos conhecidos como Socialmente Responsáveis1. Surgiram fundos de investimento que aplicam seus recursos somente em empresas realmente comprometidas com a causa social e ambiental. Com o aumento da demanda por esse tipo de investimento, houve a necessidade da criação de um indicador que fosse utilizado como padrão de comparação de desempenho desses fundos. Foi criado o Índice de Sustentabilidade Empresarial, que é o indicador de referência para comparar o desempenho de empresas listadas na Bovespa sob os aspectos da sustentabilidade, criando um ambiente de investimento compatível com as demandas de desenvolvimento sustentável da sociedade, estimulando a responsabilidade social empresarial. O presente trabalho faz uma análise do desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial no que se refere ao seu risco e retorno, tentando identificar se os investidores estão preocupados com sustentabilidade, o que deveria refletir num melhor desempenho do índice, comparando-o com o IBOVESPA. Foi realizada uma pesquisa exploratória, com dados secundários, e verificou-se a forte correlação entre o retorno do ISE e o do IBOVESPA, fruto da elevada participação de alguns ativos, como a Petrobras, nos dois índices. O desempenho desses dois indicadores foi aferido com a utilização do Índice de Sharpe, de maneira que se pudesse ter uma relação entre o prêmio pago pelo risco assumido e o risco do investimento. Paralelamente, foram comparados os desempenhos dos Índices de Sustentabilidade do Brasil, Estados Unidos e Inglaterra, sendo o índice brasileiro o de melhor eficiência. Foram analisados, também, sob a mesma perspectiva, o desempenho de 7 ativos pertencentes ao ISE previamente selecionados, destacando-se as ações da Petrobras com o Índice de Sharpe mais de duas vezes superior ao do ativo de segunda colocação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18114
Arquivos Descrição Formato
000686682.pdf (804.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.