Repositório Digital

A- A A+

"Primeira arithmetica para meninos" e a constituição de masculinidades na província de São Pedro do Rio Grande do Sul

.

"Primeira arithmetica para meninos" e a constituição de masculinidades na província de São Pedro do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Primeira arithmetica para meninos" e a constituição de masculinidades na província de São Pedro do Rio Grande do Sul
Autor Hilzendeger, Maria Aparecida Maia
Orientador López Bello, Samuel Edmundo
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Livro didático
Masculinidade
Matemática
Relação de gênero
[en] Didactic book
[en] Gender relations
[en] Masculinity
[en] Mathematic
Resumo Esta Dissertação tem como objetivos identificar e analisar os discursos da masculinidade presentes no livro didático "Primeira Arithmetica Para Meninos", organizado pelo engenheiro, educador e escritor brasileiro José Theodoro de Souza Lobo. Esse livro, editado pela Livraria Selbach & CIA, foi aprovado pelo Conselho de Instrução e por uma comissão da Escola Militar do Rio Grande do Sul para ser adotado nas escolas públicas e nas escolas particulares nessa Província. Com base nas teorizações sobre as relações de gênero, segundo o viés pós-estruturalista, metodologicamente, foi desenvolvido um movimento que denominei analítico-descritivo-analítico, documentando e sistematizando o conjunto de informações focadas nesse livro didático e ampliadas por demais fontes, entre elas, legislação da época, cartas-parecer e manual de civilidade. Essas fontes, necessárias ao objetivo em questão, foram tomadas como monumentos no sentido foucaultiano. A escolha do livro didático "Primeira Arithmetica Para Meninos" deu-se por considerá-lo um artefato cultural, compreendendo que nele circularam discursos que implicaram - direta ou indiretamente - a produção de identidades de gênero, de acordo com determinados modos de ser menino. Foram estabelecidos quatro focos de análise: O ensino de Matemática no livro didático "Primeira Arithmetica Para Meninos", em que descrevo e analiso alguns aspectos em relação aos conteúdos desenvolvidos nos três primeiros capítulos do livro; O nome de autor, em que examino de que maneira, em que condições e segundo quais regras foi produzido, utilizado e valorizado o livro didático "Primeira Arithmetica Para Meninos"; A inferiorização da identidade feminina, em que verifico que saberes foram produzidos e veiculados através do livro didático de Matemática sobre feminilidades, determinando "modos de ser mulher"; A constituição da masculinidade, em que analiso a contribuição desse livro didático no fortalecimento de uma educação diferenciada para meninos, problematizando as significações criadas sobre "modos de ser menino" dados como normais, corretos, naturais, únicos. Por fim, concluo que esse livro didático, através de um conhecimento matemático - Aritmética - desenvolvido para meninos, permitiu a circulação de discursos que contribuíram para a produção de masculinidades, em consonância com o proposto pela legislação e pelas orientações estabelecidas nos manuais de civilidade da época.
Abstract This dissertation aims at both identifying and analyzing discourses of masculinity in the didactic book named "Primeira Arithmetica Para Meninos", organized by the engineer, educator and writer José Theodoro de Souza Lobo. This book, published by Livraria Selbach & CIA, was approved by Conselho de Instrução and a commission from Escola Militar do Rio Grande do Sul to be adopted in public and private schools in that province. Based on theories about gender relations, according to the post-structuralist view, in terms of methodology, I have developed a movement that I have characterized as analytical-descriptive-analytical, documenting and systematizing the set of information focused on that didactic book and broadened with the help of other sources, such as regulations, reports and civility handbooks that were current at the time of its publication. Those sources, which have been necessary to the achievement of the objective of this study, have been taken as monuments, in the Foucauldian sense. The didactic book "Primeira Arithmetica para Meninos" has been regarded as a cultural artifact that spread contents implying - both directly and indirectly - the production of gender identities, in accordance with certain ways of being a boy. Four focuses have been set for analysis: 1) Mathematics teaching in the didactic book "Primeira Arithmetica Para Meninos", in which I have described and analyzed some aspects of the contents developed in the first three chapters of the book; 2) The author's name, in which I have examined how, and under which conditions and regulations, the didactic book "Primeira Arithmetica Para Meninos" was produced, used and valued; 3) Lowering of the female identity, in which I have observed which knowledges were produced and spread through the Mathematics didactic book concerning femininities, thus determining "ways of being a woman"; and 4) The constitution of masculinity, in which I have both analyzed the contribution of this book towards the strengthening of a differentiated education for boys, and problematized significations created about "ways of being a boy" taken as normal, correct, natural, and unique. Finally, I have concluded that this didactic book, through a mathematical knowledge - Arithmetic - developed for boys, allowed for the circulation of discourses that contributed to the production of masculinities, in accordance with what was proposed by regulations and guidelines pointed out in civility handbooks from that time.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18262
Arquivos Descrição Formato
000727744.pdf (2.769Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.