Repositório Digital

A- A A+

Velhos conhecimentos, novos desenvolvimentos : transições no regime sociotécnico da agricultura : a produção de novidades entre agricultores produtores de plantas medicinais no sul do Brasil

.

Velhos conhecimentos, novos desenvolvimentos : transições no regime sociotécnico da agricultura : a produção de novidades entre agricultores produtores de plantas medicinais no sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Velhos conhecimentos, novos desenvolvimentos : transições no regime sociotécnico da agricultura : a produção de novidades entre agricultores produtores de plantas medicinais no sul do Brasil
Autor Marques, Flávia Charão
Orientador Dal Soglio, Fabio Kessler
Co-orientador Ploeg, Jan Douwe van der
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura ecológica
Brasil, Região Sul
Desenvolvimento rural
Inovação tecnológica
[en] Agroecology
[en] Innovation
[en] Medicinal plants
[en] Sociotechnical regime
[en] Sustainable agriculture
[en] Technological transition
Resumo A noção de que o desenvolvimento é um processo relacionado a um progresso técnico positivo e linear contribuiu para gerar um cenário social e ambiental insustentável e, aparentemente, tem conduzido a sociedade contemporânea para uma homogeneização cultural e material. Ao contrário, observando amiúde os espaços rurais, se identifica que há a emergência de dinâmicas sócio-espaciais heterogêneas e multifuncionais. Neste contexto, a agricultura exerce papel fundamental como atividade relevante na construção de desenvolvimentos rurais sustentáveis. No entanto, o modelo de modernização agrícola, orientado pelo regime sociotécnico dominante, não responde a este imperativo, tornando fundamental identificar possibilidades de transições para tal regime, de modo a permitir à agricultura a retomada de seu sentido como 'co-produção'. A partir de uma abordagem multinível, multi-ator e multi-aspecto, construída com elementos da Perspectiva Multinível e da Perspectiva Orientada pelo Ator, este trabalho de tese objetivou explorar a potencialidade da 'produção de novidades' para a promoção de transições no regime sociotécnico dominante na agricultura, através da análise de novidades desenvolvidas por agricultores na produção ecológica de plantas medicinais no Sul do Brasil. O estudo qualitativo de cinco casos de famílias de agricultores, que produzem plantas medicinais sob sistema ecológico, mostrou intensa produção de novidades e potencialidade para o estabelecimento de um nicho de inovação, considerando que há ativos processos de articulação de aprendizagens e de estabelecimento de redes sociais. A maior vulnerabilidade na emergência do nicho é a falta de alinhamento de expectativas entre distintos atores envolvidos, que está relacionada à dificuldade em superar barreiras sustentadas pelo regime prevalente. Considerando o nicho como lócus privilegiado para a inovação, essa superação parece depender de uma 'gestão da transição', que pode ser entendida como a criação de condições sócio-institucionais que favoreçam a construção de novas institucionalidades, identidades e compromissos sociais.
Abstract The notion that development is a process related to a positive and linear technical progress has generated an unsustainable social and environmental scenario and apparently led to a cultural and material homogenization of society. Rather, closely observing rural spaces, we can identify emergences of heterogeneous socio-spatial and multifunctional dynamics. In this context, agriculture plays an active role in the construction of sustainable rural developments. However, the agricultural modernization patterns, oriented by the dominant sociotechnical regime, is not responding this claim, thus proposing transitions to such regime is fundamental to recover agriculture meaning as 'co-production'. Since a multilevel, multiactor and multi-aspect framework, built taking elements from Multilevel Perspective and Actor Oriented Approach, this thesis aimed to explore the potential of 'novelty production' for promoting transitions in dominant agriculture sociotechnical regime, through the analysis of novelties developed by farmers in medicinal plants ecological production in southern Brazil. Qualitative studies of five cases of farmers' families who produce medicinal plants under ecological system showed an impressive novelty production and potentialities in establishing a niche of innovation, considering that there are active processes of learning articulation and social networks building. The main vulnerability in the niche emergence is the absence of expectations alignment between different enrolled actors, which is related to the difficulty in overcoming prevalent regime. Taking into account that the niche is the core for innovation, this overcoming seems to depend on 'transition management', which can be understood as the creation of enabling social and institutional conditions for construction of new institutionalities, identities and social commitments.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/18316
Arquivos Descrição Formato
000725099.pdf (3.966Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.