Repositório Digital

A- A A+

A educação ambiental e gênero como instrumentos do desenvolvimento rural em municípios do RS

.

A educação ambiental e gênero como instrumentos do desenvolvimento rural em municípios do RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A educação ambiental e gênero como instrumentos do desenvolvimento rural em municípios do RS
Autor Pisoni, Estela Maris
Orientador Beck, Fabio de Lima
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Consciência ambiental
Desenvolvimento rural
Educação ambiental
Júlio de Castilhos (RS)
Mulheres
Pinhal (RS)
Sustentabilidade
[en] Envaironmental education
[en] Familiar agriculture
[en] Gender rural development
Resumo Este trabalho buscou identificar e analisar porque a presença e a participação de agricultores familiares são inferiores às de agricultoras familiares nos processos de Educação Ambiental, no meio rural e a partir disto discutir as implicações desta disparidade na eficácia dos mesmos. Para tal, foi realizada pesquisa de campo em dois municípios do estado do RS que tinham trabalhos de Educação Ambiental com agricultores e agricultoras familiares. O método principal utilizado para realizar a pesquisa de campo foi a entrevista semiestruturada, seguida da análise e síntese dos conteúdos obtidos a partir de quadros, tabelas e resumos das entrevistas, associando-os aos aportes teóricos baseados em estudo de Gênero, Educação Ambiental, Desenvolvimento Rural, Agricultura Familiar e Sustentabilidade e ao contexto de vida dos sujeitos entrevistados. As constatações da pesquisa apontaram que a presença de agricultores do sexo masculino é reduzida em atividades de Educação Ambiental, porque na percepção destes a Educação Ambiental não trata de questões técnicas, produtivas e econômicas, indispensáveis para a sobrevivência das famílias. O interesse masculino volta-se para questões técnico/produtivas e os estudos sobre diferenças de gênero no meio rural mostraram que a técnica e a tecnologia reforçam valores masculinos, enquanto que o cuidado ambiental, assim como a educação dos filhos, são vistos como atividades "leves", não envolvendo técnica, produtividade ou lucro e por isto são consideradas atividades femininas. Outras razões para a disparidade encontram-se nas formas como o conhecimento sobre Educação Ambiental tem chegado até os agricultores familiares, na influência dos graus de escolaridade sobre as disponibilidades de participar ou não nestas e na descontinuidade das mesmas. Em relação às implicações das disparidades de presença e participação sobre a eficácia da Educação Ambiental verificou-se que os participantes de atividades de Educação Ambiental (homens ou mulheres) apresentam concepções e ações mais reflexivas, críticas e complexas em suas interações com o ambiente, confirmando que a eficácia das atividades de Educação Ambiental seria maior com maior participação dos homens, pois isto os levaria a sair de uma posição de tentativa de domínio sobre a natureza para uma posição de equilíbrio, reflexão e ação crítica sobre suas próprias práticas. A dissertação se encerra destacando aspectos da pesquisa que podem levar a maiores aprofundamentos e não foram suficientemente desenvolvidos devido às limitações de espaço e de tempo da dissertação.
Abstract This research looked to identify and to analyze why the presence and the family farmers' participation are inferior to the ones of farming family in the processes of Environmental Education in the rural space, and starting from this to discuss the implications of this disparity in the effectiveness of the same ones. For such, field research was accomplished in two municipal districts of the state of RS that had works of Environmental Education with farmers and farming family. The main method used to accomplish the field research was the semistructured interview, following by analysis and synthesis of the contents obtained from pictures, tables and summaries of the interviews, associating them to the theoretical contributions based on Gender study, Environmental Education, Rural Development, Family Agriculture and Sustainability and to the context of life from the subjects interviewed. The verifications of the research pointed that the presence of male farmers is reduced in activities of Environmental Education because in their perception the Environmental Education doesn't treat of technical, productive and economical subjects, indispensable for the families' survival. The masculine interest is focus on technical/productive subjects and the studies on gender differences in the rural space showed that technique and technology reinforce masculine values, while the environmental care as well the children's education are seen as "light" activities, not involving technique, productivity or profit and for this they are considered feminine activities. Other reasons for the disparity are in the ways as the knowledge about Environmental Education has been arriving to the family farmers, in the influence of the education degrees about the readiness of participating or not in these and in the discontinuity of the same ones. In relation to the implications of the presence and participation disparities on the effectiveness of the Environmental Education was verified that the participants of activities of Environmental Education (men or women) present conceptions and more reflexive, critical and complex actions in their interactions with the environment, confirming that the effectiveness of the activities of Environmental Education would be larger with a larger mens' participation, because this would take them to leave a position of domain on the nature for a balance position, reflection and critical action on their own practices. The dissertation is concluded highlighting aspects of the research that can take to larger knowledge and that were not sufficiently developed due to space and time limitations of the dissertation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18319
Arquivos Descrição Formato
000726265.pdf (1.625Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.